FR
Início / Entrevistas / A - D
A - D
Alexandre Afonso
Alexandre Afonso fez toda a sua formação superior em ciência política, incluindo o seu doutoramento pela Universidade de Lausanne. O investigador já nasceu na Suíça, mas é filho de emigrantes portugueses. Essa circunstância influenciou a sua escolha por estudar a emigração laboral portuguesa para esse país, impulsionada por recrutamento activo governamental da sociedade de acolhimento e posteriormente sempre contextualizada por políticas migratórias que mereceram análise. Actualmente dá aulas em Londres, na King's College. +
José Carlos Almeida
José Carlos Almeida é doutorado em sociologia pela Universidade de Bristol desde 2001. Actualmente residente no Reino Unido, é investigador do Centre for European Integration – Manchester European Research Institute. Os seus interesses de investigação centram-se nas migrações internacionais na Europa, em particular nos imigrantes portugueses no Reino Unido, com incidência particular no mercado de trabalho, e geral na identidade e cidadania dos diversos grupos que compõem a comunidade lusófona no país. +
Onésimo Teotónio Almeida
Onésimo Teotónio Almeida é doutorado em filosofia pela universidade de Brown, Providence, Rhode Island, desde 1980, e professor catedrático do departamento de estudos portugueses e brasileiros da mesma universidade. É faculty fellow do Instituto de Estudos Internacionais Watson e professor associado de Estudos de Ciência e Tecnologia da mesma universidade. Foi o fundador da editora Gávea-Brown que publica traduções inglesas de literatura e estudos portugueses. Entre outros, tem como interesses de investigação a emigração açoriana nos Estados Unidos, a identidade nacional portuguesa, estudos e literatura luso-americana. +
Eduardo Araújo
Mestre e licenciado em Antropologia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade Nova de Lisboa, Eduardo Araújo fez a sua tese de mestrado sobre o movimento associativo português na Suíça. O projecto de doutoramento, com o título “Estruturação Étnica e Conexões Transnacionais nas Comunidades Luso-helvéticas“, e a sua tese de mestrado, foram os temas da entrevista realizada. Actualmente é investigador do CRIA, Centro em Rede de Investigação em Antropologia. Os seus interesses de investigação incluem a emigração, a etnicidade, o transnacionalismo e a identidade. +
Daniel Arias
Licenciado em ciências políticas pela Universidade de Santiago de Compostela, e mestre em migrações internacionais pela Universidade da Corunha, o galego Daniel Arias encontra-se a desenvolver o seu projecto de doutoramento em sociologia, sobre processos de fixação de imigrantes portugueses em áreas rurais galegas. +
Jorge Arroteia
Jorge Arroteia, actualmente aposentado, era Professor Catedrático na Universidade de Aveiro. Com formação de base em geografia, e doutoramento em ciências sociais, na sua carreira de investigação, o estudo sobre a emigração portuguesa esteve sempre presente. Coordena agora o projecto Emigrateca e pretende criar um Memorial da Emigração, reflectindo todo o trabalho e reflexão acumulados sobre o tema. A entrevista incidiu sobre o percurso do investigador e os projectos em que esteve envolvido, e transmite reflexões sobre a emigração portuguesa recente. +
Joana Azevedo
Joana Azevedo é investigadora do CIES/ISCTE-IUL e doutorada em Ciências Sociais pela Università Degli Studi di Roma 'La Sapienza' desde 2007. Os seus actuais interesses de investigação são: minorias étnicas e religiosas, emigração portuguesa, migrações altamente qualificadas, participação política dos emigrantes. A entrevista incidiu sobre o projecto "Votar no Estrangeiro: Participação Política e Cidadania dos Emigrantes Portugueses (2009-2010)". +
O contributo de Maria Ioannis Baganha para os estudos das migrações
Jorge de la Barre
Doutorado e mestre em sociologia pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, em Paris, Jorge de la Barre é também mestre em etnometodologia e informática, pela Universidade de Diderot-Paris 7, e tem uma licenciatura comparativa em sociologia e antropologia. Actualmente é Visiting Professor do Programa de Pós-Graduação em Antropologia na Universidade Federal Fluminense, no Brasil. Realizou pesquisa etnográfica entre os jovens portugueses em França e sobre o movimento associativo. Os seus interesses de pesquisa incluem a etnicidade, o transnacionalismo e a identidade. +
Jaine Beswick
Jaine Beswick é doutorada em linguística pela Universidade de Bristol. Tem como interesse de investigação a emigração portuguesa para as Ilhas do Canal, focando-se nas práticas linguísticas, entre outros. Actualmente é professora de linguística na Universidade de Southampton, especializada nas migrações e linguística, sendo também coordenadora do programa de estudos portugueses. Esteve envolvida em projectos sobre os portugueses e neste momento desenvolve um sobre a memória histórica, as histórias de vida e a visibilidade sociolinguística dos emigrantes portugueses. +
Marcelo Borges
Marcelo Borges é argentino, doutorado em História pela Rutgers University, Nova Jérsia (EUA). O tema do seu doutoramento é a emigração portuguesa para a Argentina, em particular de algarvios, entre o fim do século XIX e início do século XX. +
Caroline Brettell
Doutorada em antropologia pela Universidade de Brown, EUA, também foi aí que Caroline Brettel fez o Master of Arts. É licenciada em Estudos Latino-Americanos pela Universidade de Yale. Em 2009 foi nomeada University Distinguished Professor da Southern Methodist University, nos EUA, onde lecciona. É directora do Dedman College Interdisciplinary Institute. Os seus principais interesses de investigação centram-se nas migrações, na intersecção entre a antropologia e a história, na demografia histórica, no género e no transnacionalismo. Desde os anos 1970 tem desenvolvido trabalho de terreno entre os emigrantes portugueses no Canadá, em França, nos EUA e, no Minho, entre os familiares daqueles, neste caso para analisar os impactos da emigração no país de origem. +
Cláudia Castelo
Cláudia Castelo é doutorada em Ciências Sociais pelo ICS. A sua tese de doutoramento, sobre o colonialismo de povoamento, foi publicada em livro (Passagens para África. O Povoamento de Angola e Moçambique com Naturais da Metrópole, Porto, Afrontamento, 2007). Actualmente, enquanto investigadora auxiliar no IICT, desenvolve um projecto de recolha de histórias de vida de cientistas e técnicos da Junta de Investigações do Ultramar. +
Christian de Chalonge
Realizador do filme O Salto (Le Saut), Christian de Chalonge conta-nos, quase meio século depois da estreia do filme nas salas de cinema francesas, em 1967, os objetivos do filme e as condições das filmagens numa época em que os portugueses emigravam em massa para França. +
Albano Cordeiro
Albano Cordeiro fez o doutoramento em França em 1992, sobre migrações de trabalho. Fez uma carreira de investigador contratado da Universidade de Grenoble antes de ingressar no Centro Nacional de Pesquisa Cientifica (CNRS) em 1982. Aposentado em 2002, prosseguiu os seus trabalhos com a publicação de artigos em revistas cientificas e especializadas, em particular sobre a imigração portuguesa em França. Com a publicação próxima de um sítio electrónico (Changement et sociétés), os seus trabalhos ficarão acessíveis. +
Manuel Antunes da Cunha
Manuel Antunes da Cunha é doutorado em Ciências da Informação e da Comunicação pela Universidade Paris 2 (Panthéon-Assas) e licenciado em Ciências Religiosas pela Faculdade de Teologia (Universidade Católica Portuguesa – Braga). Actualmente, é Professor Auxiliar convidado da Faculdade de Ciências Sociais (UCP-Braga), sendo coordenador cientifico do Mestrado em Formação e Comunicação Multimédia. Em 2010, dirigiu um projecto conjunto entre a Santa Casa da Misericórdia de Paris e a Embaixada de Portugal, no âmbito do Ano Europeu de Luta contra a Pobreza e a Exclusão Social. É Investigador associado do laboratório Communication et Politique (CNRS- Paris), e especialista dos meios de comunicação social, dos estudos de recepção, das migrações e das metodologias qualitativas. +
Ana Delicado
Doutorada em sociologia pela Universidade de Lisboa, Ana Delicado realizou o pós-doutoramento sobre a mobilidade dos investigadores portugueses. Desde 2009 é investigadora auxiliar no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. +
Helder Diogo
Helder Diogo nasceu em Trás-os-Montes e residiu em França até ter concluído a Maîtrise de Géographie na Universidade Lumière Lyon II. Depois de regressar a Portugal, concluiu o mestrado em Relações Interculturais na Universidade Aberta e doutorou-se em Geografia na Universidade do Porto. Actualmente é docente do Ministério da Educação e investigador do CEGOT (Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território). Os seus interesses de investigação incluem a emigração, a identidade, a territorialidade, a mobilidade e as questões culturais. Os seus estudos mais recentes têm incidido sobre a comunidade portuguesa em França, principalmente na região de Lyon. +
Nuno Domingos
Nuno Domingos é licenciado em sociologia e mestre em sociologia histórica pela Universidade Nova, e doutorado em antropologia pelo SOAS, Escola de Estudos Africanos e Orientais, Reino Unido. Tem como interesse de investigação as relações entre o futebol e as migrações, entre outros. Actualmente é investigador do Instituto de Ciências Sociais e docente do mestrado de Migrações e Transnacionalismo na Universidade Nova. +

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios