FR
Início / Publicações / OEm Portuguese Emigration Factbook
OEm Portuguese Emigration Factbook
No Factbook é feita uma compilação anual dos principais indicadores sobre a emigração portuguesa, a qual é disponibilizada publicamente, em termos condensados, sob a forma de quadros e gráficos. Destina-se a todos os que necessitam daquela informação, em particular, investigadores, decisores e jornalistas.

Está organizado em três capítulos. O primeiro disponibiliza dados agregados estimados sobre a emigração portuguesa total, bem como dados comparados sobre a emigração portuguesa e mundial. O segundo disponibiliza informação pormenorizada sobre quatro indicadores da emigração portuguesa para os principais países de destino: fluxos, estoques, nacionalidade e registos consulares. O terceiro reúne a principal informação sobre as remessas recebidas em Portugal e enviadas de Portugal. Inclui ainda informação básica sobre os indicadores e fontes consultados (notas metodológicas, metadata e glossário).

Coordenação  Inês Vidigal

Periodicidade  Anual

 

Inês Vidigal e Carlota Moura Veiga
Em 2019, depois de cinco anos de diminuição continuada, a emigração portuguesa dá indícios de tender para estabilizar num patamar da ordem das 75 mil saídas anuais. O crescimento registado entre 2018 e 2019, de 75 para 80 mil saídas, deveu-se, no essencial, a um maior número de entradas de portugueses no Reino Unido, no que parece ser uma concentração de decisões de emigração para aquele país motivadas por receios de eventuais bloqueios uma vez consumado o Brexit. A edição de 2020 do Factbook inclui dados atualizados a 2019 (ou último ano disponível) sobre a emigração portuguesa total e para os principais países de destino, bem como sobre as remessas dos emigrantes. +
Inês Vidigal e Carlota Moura Veiga
Em 2018, a emigração portuguesa manteve a tendência de descida sustentada, tendo saído do país cerca de 80 mil indivíduos. Globalmente, a descida observada está fortemente correlacionada com a retoma da economia portuguesa, sobretudo no plano da criação de emprego, bem como com a redução da atração de países de destino como o Reino Unido, devido ao efeito Brexit, e Angola, devido à crise económica desencadeada com a desvalorização dos preços do petróleo. A edição de 2019 do Factbook inclui dados atualizados a 2018 (ou último ano disponível) sobre a emigração portuguesa total e para os principais países de destino, bem como sobre as remessas dos emigrantes. +
Rui Pena Pires, Inês Vidigal, Cláudia Pereira, Joana Azevedo, Carlota Moura Veiga
Em 2017, a emigração portuguesa manteve a tendência de descida sustentada, tendo saído do país cerca de 85 mil indivíduos. Globalmente, a descida observada está fortemente correlacionada com a retoma da economia portuguesa, sobretudo no plano da criação de emprego, bem como com a redução da atração de países de destino como o Reino Unido e Angola. A edição de 2018 do Factbook inclui dados atualizados a 2017 (ou último ano disponível) sobre a emigração portuguesa total e para os principais países de destino, bem como sobre as remessas dos emigrantes. +
Rui Pena Pires, Inês Vidigal, Cláudia Pereira, Joana Azevedo, Carlota Moura Veiga
Em 2016, o decréscimo na emigração portuguesa acelerou-se, tendo saído do país cerca de 100 mil indivíduos. A revisão da série estatística estimada pelo Observatório aponta para a existência de um pico de emigração em 2013, superior ao que foi estimado até agora, de cerca de 120.000 saídas, bem como para uma descida progressiva mais lenta, em 2014 e 2015, para valores em torno de 110 mil saídas. A edição de 2017 do Factbook inclui dados atualizados a 2016 (ou último ano disponível) sobre a emigração portuguesa total e para os principais países de destino, bem como sobre as remessas dos emigrantes. +
Rui Pena Pires, Inês Vidigal, Cláudia Pereira, Joana Azevedo, Carlota Moura Veiga
Confirma-se que a emigração portuguesa deixou de crescer. Mantém-se, porém, em valores claramente superiores a 100 mil saídas por ano. A edição de 2016 do Factbook inclui dados atualizados a 2015 (ou último ano disponível) sobre a emigração portuguesa total e para os principais países de destino, bem como sobre as remessas dos emigrantes. +
Rui Pena Pires, Cláudia Pereira, Joana Azevedo, Inês Espírito-Santo, Inês Vidigal
De acordo com os dados disponíveis, em 2014 a emigração portuguesa manteve-se num patamar elevado: tal como em 2013, mais de 110 mil portugueses deixaram o país. A edição de 2015 do Factbook inclui uma sistematização dos principais dados dos censos de 2000/01 e 2010/11 sobre as características sociodemográficas das populações portuguesas imigradas nos países da OCDE. +
Rui Pena Pires, Cláudia Pereira, Joana Azevedo, Inês Espírito-Santo, Inês Vidigal
De acordo com os dados disponíveis, Portugal é hoje o país da União Europeia com mais emigrantes em proporção da sua população residente. O número de emigrantes portugueses supera os dois milhões, o que significa que cerca de 20% dos portugueses vive fora do país em que nasceu. A edição de 2014 do Factbook reúne séries cronológicas sobre a emigração portuguesa para os principais países de destino que cobrem todo o século XXI. +

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios