FR
DESTAQUE
2018-11-13
Foram pouco menos de mil os portugueses que, em 2017, entraram nos Estados Unidos da América (EUA), segundo os dados do US Department of Homeland Security. Este organismo norte-americano contabilizou, em 2017, mais de um milhão de entradas de estrangeiros nos EUA (1,127,167), tendo os portugueses representado 0.1% daquele valor. +
PUBLICAÇÃO
Este artigo apresenta as principais conclusões de um estudo sobre os discursos de identidade de migrantes de duas vagas migratórias distintas: uma primeira chegada ao Reino Unido nas décadas de 80 e 90, menos escolarizada e com um modo de incorporação centrado na etnicidade; e outra, chegada depois de 2000, mais jovem e tendencialmente mais escolarizada que rejeita os modos de incorporação da geração anterior. Tem por base entrevistas realizadas a emigrantes portugueses residentes em Londres em 2016. +
ENTREVISTA
Entrevista com José Carlos Marques
José Carlos Marques, doutorado em Sociologia pela Universidade de Coimbra, é professor na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria e investigador no CES e no Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais da Universidade Nova de Lisboa (Pólo do IPL). Os seus interesses de investigação têm incidido sobre a emigração contemporânea portuguesa, as políticas migratórias, os fluxos imigratórios portugueses, a migração altamente qualificada e a inserção dos imigrantes na sociedade portuguesa. +
Notícias
[INQUÉRITO] Divulga-se o inquérito por questionário disponível online e inserido num projeto Transits que visa compreender e conhecer as pessoas afetas a movimentos movimentos bi-direcionais de pessoas e objetos entre Lisboa, Luanda, Berlim e Sidney. +

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios