FR
Início / Publicações / OEm Conversations With
OEm Conversations With
OEm Conversations With é uma publicação periódica de entrevistas com especialistas sobre as migrações internacionais e, em particular, sobre a emigração portuguesa. Em cada número é apresentada uma conversa desenvolvida sobre a biografia e o trabalho do entrevistado. Procura-se, assim, promover o conhecimento sobre o estado da arte da investigação e da reflexão sobre as migrações, em geral, e sobre a emigração portuguesa, em particular, em termos acessíveis a todos os interessados nas temáticas tratadas.

Coordenação  Carlota Moura Veiga
Periodicidade  Trimestral
ISSN  2183-718X (online)

 

Entrevista com Jacquelyn Meshelemiah
Jacquelyn C. A. Meshelemiah foi assistente social durante vários anos, focando-se atualmente na investigação e docência. Fez o bacharelato, o mestrado e o doutoramento em serviço social, na Faculdade de Serviço Social, da Universidade Estadual de Ohio, EUA. Meshelemiah tem ensinado inúmeros cursos, dedicando-se, de momento, exclusivamente ao ensino de Avaliação e Diagnóstico em Clínica Prática de Trabalho Social, bem como de Tráfico de Seres Humanos. É autora e coautora de inúmeras publicações, tais como “Human Sex Trafficking” e, a sua mais recente, “Human Rights Perspectives in Social Work Education and Practice”. É igualmente autora de diversas conferências e formações em universidades nacionais e internacionais. Os seus principais interesses de pesquisa são justiça social, direitos humanos e trabalho antitráfico. Desenvolve análise comparativa de tráfico de seres humanos em Gana, Uganda, Etiópia, Inglaterra, México, Canadá, Costa Rica e EUA. +
Entrevista com Pamila Gupta
Pamila Gupta é Professora Associada do Wits Institute for Social and Economic Research (WISER), na Universidade de Witwatersrand, Joanesburgo, África do Sul. É doutorada em Antropologia Sociocultural pela Columbia University. A sua investigação incide sobre vínculos e legados lusófonos (pós) coloniais na Índia e em África. Tem publicado nas revistas Interventions, South African Historical Journal, African Studies, Critical Arts, Journal of Asian and African Studies, Ler História e Ecologie&Politique. Co-organizou Eyes Across the Water: Navigating the Indian Ocean, com Isabel Hofmeyr e Michael Pearson (UNISA, 2010). Em 2014, publicou The Relic State: St. Francis Xavier and the Politics of Ritual in Portuguese India, na Manchester University Press. A sua mais recente colecção de ensaios, intitulada Portuguese Decolonization in the Indian Ocean World: History and Ethnography, foi publicada pela Bloomsbury Press, em 2018. +
Entrevista com Caroline Brettell
Caroline Brettell é doutorada em antropologia pela Universidade de Brown, EUA, onde realizou o seu Master of Arts. Licenciou-se em Estudos Latino-Americanos pela Universidade de Yale. Em 2009 foi nomeada University Distinguished Professor da Southern Methodist University, nos EUA, onde leciona. É diretora do Dedman College Interdisciplinary Institute. Os seus principais interesses de investigação centram-se nas migrações, na intersecção entre a antropologia e a história, na demografia histórica, no género e no transnacionalismo. Desde os anos 1970 tem desenvolvido trabalho de terreno entre os emigrantes portugueses no Canadá, em França, nos EUA e, no Minho, entre os familiares daqueles, neste caso para analisar os impactos da emigração no país de origem. +
Entrevista com José Carlos Marques
José Carlos Marques, doutorado em Sociologia pela Universidade de Coimbra, é professor na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria e investigador no CES e no Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais da Universidade Nova de Lisboa (Pólo do IPL). Os seus interesses de investigação têm incidido sobre a emigração contemporânea portuguesa, as políticas migratórias, os fluxos imigratórios portugueses, a migração altamente qualificada e a inserção dos imigrantes na sociedade portuguesa. +
Entrevista com Dulce Maria Scott
Dulce Maria Scott nasceu em São Miguel, Açores, e emigrou para os EUA com 18 anos. É licenciada em sociologia e ciência política pela Universidade de Massachusetts, Dartmouth. Concluiu o mestrado em ciência política e doutorou-se em sociologia na Brown University, Rhode Island. Atualmente, é professora na Anderson University, Indiana, e investigadora no Institute for Portuguese and Lusophone World Studies, no Rhode Island College. É fundadora da revista científica Interdisciplinary Journal of Portuguese Diaspora Studies. Os seus interesses de investigação incluem a imigração, etnicidade e raça na América e os seus estudos mais recentes têm incidido sobre os luso-descendentes. +
Entrevista com Marcelo Borges
Marcelo Borges é argentino, doutorado em História pela Rutgers University, Nova Jérsia (EUA). O tema do seu doutoramento é a emigração portuguesa para a Argentina, em particular de algarvios, entre o fim do século XIX e início do século XX. É professor associado de História no Dickinson College, em Carlisle, Pensilvânia (EUA), e os seus interesses de investigação são a história da América Latina, as migrações transatlânticas para as Américas, a história da migração portuguesa e a história oral e a memória. +
Entrevista com Jorge Malheiros
Jorge Malheiros é geógrafo, investigador no Centro de Estudos Geográficos do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa, onde também é professor associado, lecionando disciplinas no domínio da teoria e metodologias da geografia, da geografia social, das migrações e da geopolítica. Para além doutras funções em termos institucionais, Jorge Malheiros é correspondente português da OCDE. Nesta entrevista, o investigador fala-nos da sua trajetória pessoal e académica, dando especial relevo ao trabalho desenvolvido na área das migrações internacionais e da segregação social e espacial. Aborda ainda a sua colaboração no projeto REMIGR sobre a emigração portuguesa. +
Entrevista com Paulo Filipe Monteiro
Paulo Filipe Monteiro é licenciado em Sociologia, pelo ISCTE. Ainda estudante, nos anos 1980, como projeto de fim de curso, iniciou o estudo da emigração das aldeias da serra da Lousã para os EUA. Continuou, mais tarde, a investigação sobre emigrantes portugueses, então a partir do destino, no Connecticut, EUA. Deste percurso surgiu o livro Emigração. O Eterno Mito do Retorno, bem como outras publicações, entre as quais, Luso-Americanos no Connecticut. Questões de Etnicidade e de Comunidade. É doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa, onde ensina drama, cinema e ficção. +
Entrevista com João Peixoto
João Peixoto é sociólogo e professor catedrático no ISEG, Universidade de Lisboa. Investigador no Centro de Investigação em Sociologia Económica e das Organizações (SOCIUS/CSG), os seus domínios de pesquisa e de docência são as migrações internacionais, demografia e sociologia económica. Nesta entrevista, João Peixoto fala-nos do modo como o estudo da emigração portuguesa acompanhou todo o seu percurso académico. De maneira pormenorizada dá-nos conta das origens, realização e concretização do projeto REMIGR, que resultou no livro, publicado em abril de 2016 e no qual foi coorganizador, Regresso ao Futuro. A Nova Emigração e a Sociedade Portuguesa +
Entrevista com Miriam Halpern Pereira
Miriam Halpern Pereira, Professora Catedrática Emérita de História no ISCTE-IUL, doutorada em História pela Sorbonne, foi diretora e fundadora do Centro de Estudos em História Social Contemporânea. O tema da emigração portuguesa tem sido recorrente no seu percurso de investigação. De entre as suas publicações neste domínio destaca-se o livro A Política Portuguesa de Emigração (1850-1930). Em sua homenagem, foi publicado, em 2009, o livro Desenvolvimento Económico e Mudança Social. Portugal nos Últimos Dois Séculos, organizado por José Vicente Serrão, Magda Avelar Pinheiro e Maria de Fátima Sá e Melo Ferreira. +
Entrevista com Catherine Wihtol de Wenden
Catherine Wihtol de Wenden é politóloga em Sciences Po e investigadora no CNRS. Os seus trabalhos tratam das relações entre migrações e política. Nesta entrevista, fala-nos das suas investigações comparativas sobre a evolução dos fluxos e das políticas migratórias na Europa e no mundo. Catherine Wihtol de Wenden propõe uma nova leitura da crise atual dos migrantes e dos refugiados, mostrando as contradições das políticas de controlo das fronteiras. +
Marie-Christine Volovitch-Tavares
Marie Christine Volovitch-Tavares é historiadora. Desde os anos 1990 trabalha sobre a imigração portuguesa em França. É autora do livro Portugais à Champigny, le Temps des Baraques. Na sua investigação trata de temas tão diversos como os bidonvilles nos anos 60, os exilados políticos, ou o papel da religião católica na integração dos portugueses. De 2003 a 2007 foi membro do comité de historiadores que participaram na criação da Cité Nationale de l’Histoire de l’Immigration (CNHI-França). +

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios