FR

Link para inquéritoO regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses

Início / Destaques / 2021 / Emigração para Itália regista valor máximo da década em 2019
Emigração para Itália regista valor máximo da década em 2019
2021-04-20
Inês Vidigal
Foram 528 os portugueses que, em 2019, entraram em Itália, segundo os dados do Eurostat. Este organismo europeu contabilizou um total de 332,778 entradas de estrangeiros em Itália, tendo os portugueses representado apenas 0.2% desse total. +

Em 2019, a emigração portuguesa para Itália registou o valor máximo desta década, tendo crescido 9.1% em relação ao ano anterior. Depois de uma subida acentuada do número de entradas de portugueses em território italiano em 2016, de +25.1%, observa-se, em 2017 e 2018, uma desaceleração, ficando-se o crescimento num nível mais baixo. Ao longo da série temporal em análise (2000-2019), o número de entradas de portugueses em Itália teve um valor mínimo em 2002 (297 entradas) e um valor máximo em 2007 (594 entradas). Contudo, a emigração portuguesa para a Itália continua a representar uma fração muito pequena tanto da imigração neste país (0.2%) como da emigração portuguesa total (menos de 1%).

 

 

Linkhttps://ec.europa.eu/eurostat/data/database

 

Como citar Vidigal, Inês (2021), “Emigração para Itália regista valor máximo da década em 2019”, Observatório da Emigraçãohttp://observatorioemigracao.pt/np4/7964.html

 

[Por Inês Vidigal]

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios