FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2009
Escolas da Estremadura espanhola recebem professores para ensinar português
2009-07-12
Seis escolas da comunidade autónoma da Estremadura, em Espanha, vão receber 14 professores de português no próximo ano lectivo, no âmbito de um protocolo que será assinado segunda-feira, em Mérida, pelos Ministérios da Educação dos dois países.

Em declarações hoje à Agência Lusa, a ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, explicou que serão assinados segunda-feira "dois importantes documentos" que permitirão a introdução, na avaliação curricular espanhola, do português como língua estrangeira de opção.

Um primeiro documento, um memorando, será assinado pela ministra da Educação de Portugal e pelo ministro da Educação de Espanha para enquadrar os protocolos a assinar com as diferentes comunidades autónomas do país vizinho.

De seguida, será assinado o primeiro protocolo pela ministra Maria de Lurdes Rodrigues e o responsável da Junta da Estremadura, que possibilitará o envio de 14 professores portugueses para seis escolas da região - três em Cáceres e três em Badajoz - de forma a ensinar o português.

A responsável pela pasta da Educação em Portugal salientou as "enormes potencialidades" deste e de futuros protocolos noutras regiões espanholas, porque "vão aumentar a difusão da língua portuguesa e a comunicação entre os dois povos".

"Esperamos que este importante memorando venha fazer crescer o interesse pela aprendizagem do português em Espanha", sublinhou.

De acordo com a governante, existem já contactos em curso para uma possível assinatura de protocolos semelhantes com mais duas regiões autónomas espanholas: a Galiza, e Castela e Leão

 Destak, aqui, acedido a 14 de Julho de 2009

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios