FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2009
EUA - Delegação governamental e de homens de negócios regressa ao país
2009-07-04

Nova Iorque - O vice-ministro da Indústria, Kiala Gabriel, que chefiou uma delegação governamental e de homens de negócios nacionais, deixou Nova Iorque, com destino a Luanda, depois de ter participado de um workshop sobre "Oportunidades e Negócios em Angola", no estado norte-americano de New Jersey.

O evento, ocorrido quinta-feira, foi uma organização da Embaixada da República de Angola nos Estados Unidos em parceria com a Câmara de Comércio Portugal-Estados Unidos.

Na sua dissertação sobre o sector industrial e as oportunidades de investimento em Angola, o vice-ministro Kiala Gabriel falou aos homens de negócios portugueses sobre as principais metas e objectivos do Governo angolano no âmbito do plano nacional para o quadriénio 2009-2012.

O governante enfatizou aos homens de negócios da comunidade portuguesa de New Jersey sobre o momento particular que Angola está a viver em termos de crescimento económico, tendo detalhado alguns projectos de desenvolvimento na arena industrial e agrícola que estão a ser implementados nos vários pontos do país, em que estão abertas oportunidades para o investimento estrangeiro.

Por seu turno, a cônsul geral da República de Angola em Nova Iorque, Júlia Machado, ao fazer a abertura do evento, em representação da embaixadora de Angola nos EUA, Josefina Pitra Diakité, congratulou-se pela realização do encontro e enfatizou as acções do Governo para o favorecimento do investimento privado no desenvolvimento da economia nacional.

A diplomata realçou ainda na sua mensagem sobre a crise económica mundial que se vive actualmente, referindo que constitui para Angola uma oportunidade para negócios.

Ainda sobre as oportunidades de investimento em Angola, a representante da Agência Nacional de Investimento Privado (ANIP) nos EUA, Maria Luiza Abrantes, falou sobre como investir em Angola, enfatizando que os investidores podem beneficiar de várias isenções de pagamento de direitos, emolumentos, taxas industriais e impostos sobre lucros.

Por sua vez, Joaquim Gomes, director nacional de pesquisa, planeamento e estatística do Ministério da Agricultura, membro da delegação, elucidou aos participantes sobre o sector agrário em Angola e os programas do Governo para o desenvolvimento do sector através de métodos científicos e as oportunidades de investimentos.

A delegação governamental angolana, que permaneceu nos Estados Unidos cerca de uma semana, integrou quadros do sector, um representante do Ministério da Agricultura, da Câmara de Comércio e Indústria de Angola e empresários nacionais, nomeadamente do grupo Pitabel, da empresa Sovinhos, do Grupo Hemeney Promoções, Lda. e do JDK do ramo de metalomecânica da província do Bié.

Agência Angola, Press aqui, acedido a 07 de Julho de 2009.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios