FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2009
Secretário madeirense destaca papel dos portugueses na África do Sul
2009-07-02

O secretário regional da Madeira responsável pelos Recursos Humanos, Brazão de Castro, destacou quinta-feira em Joanesburgo o papel dos emigrantes e das instituições da comunidade no desenvolvimento da África do Sul.
"Temos exemplos muito expressivos de participação na vida económica, social e política. A comunidade é digna dos maiores elogios, é trabalhadora e solidária, tem exemplos de obras de solidariedade e de grande dinamismo", disse o secretário regional durante as comemorações do Dia da Madeira em Joanesburgo.
Perante cerca de um milhar de conterrâneos que comemoraram o dia regional na Casa da Madeira, Brazão de Castro, manifestou a convicção que a África do Sul terá "um grande futuro".
Nos últimos dois dias, o secretário regional visitou associações como o Marítimo de Joanesburgo e o Lar de Santa Isabel (um lar da terceira idade da Sociedade Portuguesa de Beneficência), bem como empresas de vários ramos fundadas e geridas por portugueses e luso-descendentes.
Brazão de Castro manifestou-se particularmente impressionado com o rancho Manjoh, nas imediações de Joanesburgo, onde os irmãos Manuel e Johnny da Costa, madeirenses de segunda geração, possuem mais de 30 mil cabeças de gado, quer para engorda quer para criação da raça "Beefmaster".
 "Naturalmente que aquilo é impressionante. Trata-se de uma propriedade gigantesca, com seis mil hectares, 30 mil vacas, com produção e moagem de milho, penso que é uma empresa que enobrece a comunidade e um estímulo para outras iniciativas", disse à Lusa o secretário regional.
Brazão de Castro manifestou-se convicto de que empresas que se "geraram no âmbito da emigração e ganharam uma grande dimensão possam projectar-se para fora dela, dando a sua contribuição também para a economia nacional", como já aconteceu no passado.
"Os senhores empresários saberão com certeza desenvolver essas capacidades e nós saudamo-las e acolhemos com o maior gosto aqueles que chegam à Madeira com esse tipo de projectos", acrescentou.
O governante madeirense parte hoje para a Cidade do Cabo, onde terá diversos contactos com autoridades sul-africanas e com a comunidade portuguesa.
No parlamento sul-africano, Brazão de Castro encontrar-se-á nomeadamente com o deputado descendente de madeirenses, Manny de Castro, eleito em 22 de Abril último nas listas da maior força da oposição, a Aliança Democrática (AD), e nomeado vice-ministro-sombra dos Transportes.
Durante a sua estada na África do Sul, o secretário regional tem ainda previsto uma deslocação a Durban, onde comemora o Dia da Madeira com a comunidade portuguesa local.
Na África do Sul vivem cerca de 400 mil portugueses, a maioria oriunda da Madeira.

Jornal da Madeira, aqui, acedido a 07 de Julho de 2009

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios