FR
Início / Notícias e eventos / Notícias / Cinema de José Vieira sobre a emigração
Cinema de José Vieira sobre a emigração
Durante esta semana, no âmbito do Lisbon Sintra film Festival, será possível ver oito filmes de José Vieira, feitos entre 2002 e 2016, sobre a emigração. Nestes filmes registam-se testemunhos de portugueses que emigraram para França, uns de forma clandestina durante o Estado Novo, outros que viveram em bairros de lata e ainda os que regressaram às aldeias onde nasceram. +

Entre os filmes escolhidos está, por exemplo, “A fotografia rasgada” (2005), sobre emigração clandestina, a partir de um código usado por quem saía do país: O passador guardava metade da fotografia de quem emigrava e a outra levava-a o emigrante que, uma vez chegado ao destino, a remetia à família.
“O país aonde nunca se regressa” (2005), “Le bateau en carton” (2010), “A ilha dos ausentes” (2016), sobre a própria experiência do realizador de sair do país, foram incluídos nesta retrospetiva.

Ver notícia completa no dnoticias aqui

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios