FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa 2017
Venezuela: Desvalorização do bolívar afunda as remessas dos emigrantes
2017-08-02
O bolívar venezuelano passou os últimos 16 anos a desvalorizar face ao euro, consequência do declínio da economia na Venezuela, o que tem prejudicado as remessas dos emigrantes portugueses. +

“A desvalorização cambial do bolívar venezuelano face ao euro tem sido um dos principais fatores a penalizar as remessas que os emigrantes portugueses na Venezuela enviam para Portugal. Em 2016 um bolívar venezuelano valia cerca de nove cêntimos. A tendência este ano, com a instabilidade do país que foi a eleições no domingo, é a mesma dado que já desceu para os oito cêntimos. Esta relação cambial tem prejudicado os portugueses emigrados na Venezuela que têm conseguido enviar cada vez menos euros para Portugal.”


Ver artigo completo no jornal Economia Online aqui

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios