Início / Publicações / OEm Fact Sheets / Cidadãos portugueses traficados
Cidadãos portugueses traficados
Mara Clemente*
Entre 2008 e 2014 foram sinalizadas em Portugal 1,110 pessoas traficadas. Cerca de um quarto dessas pessoas eram cidadãos de origem portuguesa. Tratava-se, principalmente, de homens explorados no trabalho, dentro ou fora do país. A experiência de alguns atores diretamente envolvidos na luta contra o crime de tráfico de seres humanos (TSH) permite entender melhor o problema. Estudos qualitativos aprofundados, com o envolvimento das pessoas traficadas, poderiam contribuir não só para o conhecimento do fenómeno como para melhor prevenir e assistir os cidadãos traficados. +
 

Série  OEm Fact Sheets
Número  05
Data  março de 2017 
Páginas  18
ISNN  2183-4385
DOI  10.15847/CIESOEMFS052017
URI   

Palavras-chave  tráfico de seres humanos, pessoas traficadas, exploração laboral, Portugal

Índice  Tráfico de seres humanos em Portugal: as estimativas. As experiências de tráfico de portugueses. Metainformação. Referências bibliográficas

Como citar  Clemente, Mara (2017), “Cidadãos portugueses traficados”, OEm Fact Sheets, 5, Observatório da Emigração, CIES-IUL, 
ISCTE-IUL. DOI: 10.15847/CIESOEMFS052017.

 

Gráfico 4  Pessoas traficadas por formas de exploração, 2008-2014 (estrangeiros em Portugal e portugueses em Portugal e no estrangeiro)

Fonte: Gráfico elaborado pelo Observatório da Emigração, valores fornecidos a pedido pelo Observatório do Tráfico de Seres Humanos (OTSH) do Ministério da Administração Interna (MAI).

 

* Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL), Lisboa, Portugal

 

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios