FR
Início / Recursos / Teses e dissertações
Emigração recente de portugueses para Angola
2016-09-19
Nuno Miguel Pereira de Jesus apresentou, em 2015, uma dissertação de mestrado em Sociologia das Organizações e Trabalho, na Universidade do Minho, sobre as migrações recentes de portugueses para Angola. +

Título  Migrações recentes de portugueses para Angola: contextos e estratégias
Autor  Nuno Miguel Pereira de Jesus
Orientador Manuel Carlos Silva
Data  2015
Institutição Universidade do Minho
Área  Dissertação de mestrado em Sociologia das Organizações e Trabalho

http://hdl.handle.net/1822/40807

Resumo  “Os fenómenos migratórios, por razões económicas, nomeadamente no quadro da globalização, estão cada vez mais presentes nas sociedades atuais. É um tema relevante, do ponto de vista sociológico, uma vez que as migrações provocam alterações nas sociedades, tendo em conta, no caso português, a conjuntura atual em que cada vez mais portugueses abandonam o seu país, procurando trabalho e melhores condições de vida noutros países. Esta é uma questão central nos debates e negociações aos níveis nacional, regional e “global". A presente investigação tem como objetivo primordial analisar o fenómeno da emigração de portugueses, no contexto atual, assim como aprofundar o conhecimento sobre as perspetivas apresentadas pelos diferentes atores envolvidos no processo. Este estudo pretende ainda chamar a atenção para a existência de um recente fluxo migratório muito específico: a emigração dos portugueses para Angola (2008 a 2013). Atualmente nas economias em grande expansão como é o caso de Angola existe uma grande lacuna e consequente procura de mão-de-obra altamente qualificada que possibilita aos quadros qualificados portugueses garantirem oportunidades de carreira profissional, académica e científica neste país. Conjugam-se as necessidades de Angola com as necessidades individuais das pessoas, necessidades que podem ser de natureza económica, social ou psicológica como a procura de maior realização pessoal e profissional dos quadros portugueses. Para a concretização do objetivo principal deste estudo, que foi direcionado a emigrantes portugueses para Angola, optou-se pela realização de entrevistas semiestruturadas e pela aplicação de um questionário. Dos resultados obtidos nesta pesquisa, salientamos que a maioria dos inquiridos são homens, em idade ativa, com qualificações médias/altas e que a emigração assenta essencialmente em motivos de ordem económica.

 

Abstract  “Migratory phenomena, for economic reasons , particularly in the context of globalization, are increasingly present in today's societies . It is an important issue , from a sociological point of view, since migration cause changes in societies, taking into account, in the Portuguese case, the current situation in which more and more Portuguese leave their country, looking for work and better living conditions in other countries. This is a central issue in the discussions and negotiations at national, regional and "global". This research has the primary objective to analyze the phenomenon of emigration of portuguese in the current context, as well as deepen their knowledge of the prospects presented by the different actors involved in the process. This study also aims to draw attention to the existence of a recent very specific migration: the emigration of portuguese to Angola (2008 to 2013). Currently in the economies booming as is the case of Angola there is a big gap and consequent highly qualified demand for labor, labor that enables portuguese qualified staff ensure career opportunities, academic and research in this country. Together to allow the needs of Angola to the individual needs of people, needs that can be economic, social or psychological nature as the demand for greater personal and professional fulfillment of portuguese frames. To achieve the main objective of this study, which was directed to Portuguese emigrants to Angola, it was decided to carry out semi-structured interviews and the application of a questionnaire. From the results obtained in this research, we note that the majority of respondents are men of working age, with medium / high qualifications and that emigration is essentially based on economic reasons.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios