FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2016
Lusodescendentes na Alemanha desmotivados para aprender português
2016-09-18
Os coordenadores do ensino do português na Alemanha consideram que a falta de motivação dos alunos pela aprendizagem da língua portuguesa deve-se ao desconhecimento das vantagens do idioma e à falta de incentivo de alguns professores de alemão.

"Há de facto um desconhecimento generalizado da mais valia que representa aprender a língua de herança, de origem, seja para a aprendizagem de qualquer outra língua estrangeira ou até a língua dominante", explicou Carla Amado, a coordenadora do ensino do português na Alemanha até ao final de agosto, substituída entretanto por Rui Azevedo.

Carla Amado referiu que os emigrantes portugueses têm dificuldade em manter os filhos motivados para a aprendizagem do português porque muitas crianças e jovens já têm noções básicas do idioma, ignorando "a vantagem que se pode retirar do dominar uma língua que ainda é relativamente exótica", acabando por encarar a aprendizagem "mais como uma obrigação".

A antiga coordenadora do ensino do português na Alemanha acrescentou que os professores de língua alemã desencorajam a aprendizagem de outras línguas de herança.

"Infelizmente existe uma ideia generalizada, que até muitas vezes é suportada pelos próprios professores de línguas nas escolas aqui na Alemanha, (...) que investir na continuidade da aprendizagem do português a nível formal prejudica aprendizagem do alemão", disse à agência Lusa em Berl.

 

Ler artigo completo no Notícias ao Minuto, aqui

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios