FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa 2016
Comunidade portuguesa na Venezuela volta a ter conselheira social
2016-06-21
A embaixada portuguesa em Caracas conta a partir de hoje com uma conselheira social, cuja primeira função será identificar as necessidades da comunidade portuguesa na Venezuela, disse à Lusa o secretário de Estado das Comunidades.

O Governo português nomeou a magistrada Marlene Soares para apoiar a comunidade portuguesa e os consulados de Caracas e Valência, e que entrou hoje em funções.

O governante, José Luís Carneiro, disse à Lusa que, na visita que fez, no mês passado, à Venezuela, foi identificada a necessidade urgente de um conselheiro social para funcionar como um intermediário entre os serviços consulares, o movimento associativo e as autoridades venezuelanas.

A prioridade é realizar "um diagnóstico das necessidades, tão rigoroso quanto possível, das necessidades das instituições sociais, nomeadamente no apoio aos mais idosos e carenciados", referiu o secretário de Estado.

"Dentro de algumas semanas, teremos um trabalho mais profundo de identificação dos casos de necessidade, quer das famílias quer das instituições", disse José Luís Carneiro, que acrescentou que o objetivo é reforçar o apoio social, nomeadamente através dos mecanismos de apoio social aos idosos carenciados (ASIC) e de apoio social a emigrantes carenciados (ASEC).

A nova conselheira deverá também "garantir que se mantém o diálogo entre as autoridades venezuelanas - designadamente os ministérios das Relações Exteriores, da Justiça e do Interior - com as autoridades consulares e diplomáticas portuguesas".

 

Ler artigo completo no DN, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios