FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2016
Costa recorda soldados portugueses da Primeira Guerra Mundial Leia mais: Costa recorda soldados portugueses da Primeira Guerra Mundial
2016-06-11
O primeiro-ministro português, António Costa, disse em La Couture, no norte de França, que "Portugal não chegou à Europa há 30 anos, Portugal está na Europa desde a sua fundação".

António Costa discursou antes do presidente da República junto ao monumento de homenagem aos soldados portugueses que participaram na Primeira Guerra Mundial, em La Couture, cerca de 230 quilómetros a norte de Paris.

"Portugal não chegou à Europa há 30 anos, Portugal está na Europa desde a sua fundação. E pagámos um preço muito grande pela nossa participação na guerra, pela pobreza que atingiu o nosso país nos anos a seguir à guerra e pagámos o preço por durante 48 anos termos vivido de costas voltadas para a Europa", declarou perante uma centena de pessoas, entre civis e antigos combatentes franceses e portugueses.

O chefe de Governo lembrou que "mais de cem mil homens se bateram na Europa mas também em África, dos quais tombaram em combate 8000" e sublinhou que as Forças Armadas "descendem deste Corpo Expedicionário".

António Costa sublinhou que as Forças Armadas asseguram "essa continuidade do Estado" e a sua soberania, "seja na defesa do território pátrio, seja além-fronteiras no exercício das missões que a Pátria lhes confia".

 

Ler artigo completo no Jornal de Noticias, aqui

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios