FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa 2016
Dois portugueses morrem no Luxemburgo
2016-04-12
Dois portugueses morreram em estaleiros de construção no Luxemburgo no espaço de uma semana, ambos de sociedades do mesmo empresário português, um caso que está a ser investigado pela Inspeção do Trabalho luxemburguesa.

Um dos emigrantes, de 39 anos, morreu soterrado por um desabamento de terra e betão na segunda-feira quando trabalhava numa obra pública na capital luxemburguesa, segundo informações da Polícia do grão-ducado.

O trabalhador, originário da Figueira da Foz, estava ao serviço da sociedade de construção luxemburguesa Cialux, propriedade do mesmo empresário responsável pela empresa de estucagem Plafa, onde uma semana antes a queda de um andaime numa obra em Syren, no sul do Luxemburgo, vitimou outro emigrante, de 55 anos.

Fonte da Inspeção do Trabalho do Luxemburgo (ITM, na sigla em francês) disse à Lusa que os casos estão a ser averiguados, desconhecendo-se para já as causas dos dois acidentes.

Em acidentes de trabalho com vítimas mortais, a Procuradoria do Luxemburgo é obrigatoriamente informada, cabendo-lhe decidir "se há lugar a processo penal, em função dos elementos recebidos", disse à Lusa o porta-voz da instituição, Henri Eippers.

 

Ler artigo completo no Jornal de Emigração, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios