FR
Início / Dados / Bases de dados / Ligações
Ligações
Ligações às principais bases de dados e outras colecções de estatísticas de acesso livre sobre as migrações internacionais ou que incluem indicadores relevantes para o estudo da emigração portuguesa e das remessas dos emigrantes.

Para além das ligações às bases (link), inclui uma pequena descrição destas, identificando o seu âmbito geográfico e temporal, bem como as principais variáveis tratadas. Inclui, sempre que necessário, referências e ligações a documentos complementares, metodológicos ou de outra natureza, associados a cada base.

 

Disponibiliza, sem restrições, o acesso em linha (online) às estatísticas do Banco de Portugal, as quais incluem os principais indicadores sobre remessas recebidas e pagas. Os resultados das pesquisas na base de dados podem ser descarregados em vários formatos, incluindo em Excel. +
Base de dados em linha (online) de acesso público que inclui indicadores relevantes sobre migrações e remessas, nomeadamente para comparações internacionais. Inclui ainda informação necessária para a construção de indicadores compósitos sobre migrações e remessas. Os resultados das pesquisas na base de dados podem ser descarregados em vários formatos, incluindo em Excel. +
Disponibiliza, sem restrições, o acesso em linha (online) a uma base com dados sobre os estoques de imigrantes em mais de 230 países, entre 1960 e 2000, com informação dos censos e registos da população. Os resultados das pesquisas na base de dados podem ser descarregados em vários formatos, incluindo em Excel. +
Disponibiliza, sem restrições, em formato Excel, matrizes de origem/destino de migrantes e de remessas, com estimativas por país, desde 2010. +
Disponibiliza, sem restrições, o acesso em linha (online) a uma base com dados dos censos de 1980/01 a 2010/11 sobre os estoques de imigrantes nos países da América Latina e Caraíbas. É organizada pela Comissão Económica para a América Latina (CEPAL) das Nações Unidas, através do Centro Latino-americano e Caribenho de Demografia (CELADE). Os resultados das pesquisas na base de dados podem ser descarregados em formato Excel. +
Disponibiliza, sem restrições, o acesso em linha (online) a uma base com dados sobre os estoques de imigrantes em mais de 200 países, desde os anos 70, com informação de fontes estatísticas oficiais, nomeadamente censos, registos da população e inquéritos nacionais. Os resultados das pesquisas na base de dados podem ser descarregados em formato Excel. +
Disponibiliza, sem restrições, o acesso em linha (online) a dados anuais sobre os fluxos migratórios de saída e entrada, para 45 países, desde 1980. Os dados são apresentados em ficheiros Excel acessíveis depois de descarregados. +
Disponibiliza, sem restrições, o acesso em linha (online) a estimativas quinquenais sobre os estoques de migrantes internacionais por país de origem e destino (em matriz), desde 1990. Os dados são apresentados em ficheiros Excel acessíveis depois de descarregados. +
Disponibiliza, sem restrições, o acesso em linha (online) a dados sobre os estoques de migrantes internacionais por país de residência e origem, nos censos de 1985 a 2004. Os dados são apresentados em ficheiros Excel acessíveis depois de descarregados. +
Disponibiliza, em acesso livre, os ficheiros de microdados dos censos nacionais de 2000/01, 2005/06 e 2010/11 compilados pela OCDE. Desdobra-se em duas bases: a DIOC, com dados dos países da OCDE, e a DIOC-E (extended), construída em colaboração com o Banco Mundial, com dados de 100 países de destino. +
Disponibiliza, sem restrições, o acesso em linha (online) a uma base com dados anuais sobre a imigração nos países da OCDE, desde 1975, relativos a estoques, fluxos e aquisições da nacionalidade. Os resultados das pesquisas na base de dados podem ser descarregados em vários formatos, incluindo em Excel. +
Disponibiliza, sem restrições, o acesso em linha (online) a uma base com dados sobre a emigração e imigração nos países da União Europeia e EFTA, relativos a estoques (censos de 1990/01, 2000/01 e 2010/11), fluxos de entrada e saída, desde 1998, e aquisições de nacionalidade, desde 1991. Os resultados das pesquisas na base de dados podem ser descarregados em vários formatos, incluindo em Excel. +
Disponibiliza, sem restrições, o acesso em linha (online) a uma base com dados sobre os censos de 2010/11 nos países da União Europeia e EFTA, contendo informação sobre os estoques de imigrantes. Os resultados das pesquisas na base de dados podem ser descarregados em vários formatos, incluindo em Excel. +

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios