FR
Início / Publicações / OEm Working Papers / A emigração portuguesa e os seus meios de comunicação social
A emigração portuguesa e os seus meios de comunicação social
Sónia Ferreira*
Neste texto faz-se uma breve caracterização dos meios de comunicação social produzidos pelos emigrantes portugueses e seus descendentes. Não se procede, contudo, a uma análise descritiva e cronológica ordenada, utilizando-se antes, para olhar esta realidade de forma problematizante, questões que, para o efeito, se identificam como estruturais. A discussão realizada com base nessas questões é ilustrada com exemplos de diversos contextos empíricos, nomeadamente de França, Canadá e Brasil. +

 

Série  OEm Working-Paper 
Número  2
Data  Junho de 2016 
Páginas  29
ISSN  2183-5438 (online)
DOI  10.15847/CIESOEMWP022016
URI  http://hdl.handle.net/10071/11421
Palavras-chave  Média, emigração portuguesa, França, Canadá, Brasil
Índice  Introdução. Caracterização das diferentes comunidades mediáticas em análise e das políticas que as formam e constrangem. O que é um média português em França, no Canadá e no Brasil? A língua como ferramenta de trabalho e recurso identitário e a cultura expressiva como performance da Nação. Conclusão: os média como facto social total. Referências bibliográficas.
Como citar  Ferreira, Sónia (2016), “A emigração portuguesa e os seus meios de comunicação social: breve caracterização”, OEm Working-Paper, 2, Lisboa, Observatório da Emigração, CIES-IUL, ISCTE-IUL. DOI: 10.15847/CIESOEMWP022016

 

* Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA-IUL), Lisboa, Portugal; URMIS, ParisVII

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios