FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa 2016
Racionamento na Venezuela: comprar comida depende do bilhete de identidade
2016-05-04
Portugueses que vivem na Venezuela dividem-se sobre o que se passa no país. Uns desdramatizam; outros dizem que é "terrível".

Há seis emigrantes ou luso descendentes na Venezuela com lugar no chamado Conselho das Comunidades Portuguesas, que reúne os representantes dos portugueses no estrangeiro. A TSF falou com quatro no último encontro que decorreu em Lisboa e o cenário que descrevem é divergente.

António Freitas, por exemplo, sublinha que em todos os locais do mundo há dificuldades, enquanto Carlos Alves acrescenta que Portugal também tem problemas e "as pessoas na Venezuela vão levando a vida pois são problemas pontuais".

Maria de Lurdes, uma emigrante com origem em Aveiro, tem uma visão completamente diferente e explica que em 51 anos de Venezuela nunca passou por uma situação tão complicada.

 

Ler artigo completo na TSF, aqui

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios