FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2016
Acordo UE/Reino Unido assegura "união mais estreita"
2016-02-19
António Costa referiu que a negociação foi "difícil".

O primeiro-ministro, António Costa, "como europeísta convicto", destacou esta sexta-feira que "mais importante que o documento [do acordo] é a manutenção do Reino Unido na União Europeia (UE)", ao assegurar uma "união mais estreita entre povos europeus". Em conferência de imprensa, em Bruxelas, após dois dias de cimeira europeia, o chefe do Executivo comentou que "começa agora a batalha de Inglaterra", numa referência ao agendamento do referendo no Reino Unido, sobre a permanência, ou não, na UE. Costa referiu a "negociação difícil" entre o Reino Unido e a UE sobre quatro áreas que o primeiro-ministro britânico, David Cameron, pediu para serem reformados para pode fazer campanha pelo sim no referendo. António Costa sublinhou que as "negociações terminaram em Bruxelas", referindo que se o resultado do referendo for um 'não' à permanência do Reino Unido entre os 28 "não haverá mais negociações". 

Ler artigo completo no Correio da Manhã, aqui

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios