FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2016
Sarkozy de novo travado pela Justiça. Há um português no centro do caso
2016-02-17
Antigo Presidente francês é acusado de “financiamento ilegal de campanha eleitoral” e vê a sua recandidatura ao Eliseu comprometida. Guy Alves, filho de emigrantes portugueses, tramou-o e confirmou aos juízes a falsificação de faturas

colas Sarkozy volta a viver um autêntico calvário com a Justiça francesa e vê comprometida a sua recandidatura às presidenciais da primavera de 2017. Esta terça-feira, o antigo Presidente foi interrogado durante 12 horas nas instalações da Brigada Financeira e saiu de lá acusado pelos juízes de "financiamento ilegal" da sua campanha eleitoral de 2012, que então perdeu para o atual chefe de Estado François Hollande.

Trata-se de um duro golpe para Sarkozy, que disputa as primárias do partido "Os Republicanos" [nova designação da União para um Movimento Popular, UMP, de direita], contra seis outros candidatos, entre eles o antigo primeiro-ministro Alain Juppé, largamente favorito nas sondagens.

No novo caso, o antigo chefe de Estado francês é acusado de ter validado (e assinado) as despesas da sua campanha eleitoral, sabendo que se tratava de contas com valores falsificados. Terá gasto o dobro dos limites legais para a campanha, que eram de 22,5 milhões de euros. Pelo menos, mais de metade terá na realidade sido paga pela UMP e não pela sua candidatura.

 

Ler artigo completo no Expresso, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios