FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2009
Governo está a prejudicar portugueses no Reino Unido em relação a França
2009-06-23
Deputado repete queixas dos utentes do consulado português em Londres

Os portugueses residentes na região de Londres estão ser prejudicados em relação aos que vivem perto de Paris devido ao mau funcionamento do consulado português na capital britânica, acusou hoje o deputado social-democrata Carlos Gonçalves.

Em sua opinião, os emigrantes neste país são os "parentes pobres" dos restantes emigrantes portugueses devido à falta de funcionários que permitam um serviço mais célere no consulado de Londres, que hoje visitou.

Desde há seis meses, quando realizou a última visita ao mesmo posto, denunciou, a situação piorou devido à não renovação dos trabalhadores contratados a termo certo, fazendo diminuir o número de funcionários para 15.

"Não entendo como é que é possível que o mesmo governo se permita dizer que em Paris o atendimento demora menos de um quarto de hora e depois aceite que outros portugueses, só pelo facto de residirem no Reino Unido, sejam tratados desta forma.

"Que mal é que fizeram os portugueses do Reino Unido ao engenheiro Sócrates", questionou, em declarações à agência Lusa.

Carlos Gonçalves compreende que existam constrangimentos devido à crise e à contenção orçamental.

Mas recordou que, enquanto secretário de Estado das Comunidades, investiu na abertura do consulado de Manchester, no norte de Inglaterra, para dar assistência a uma população portuguesa em crescimento.

"O Reino Unido foi grande preocupação, mas o consulado está subaproveitado", acusou.

DNOTICIAS.pt, aqui, acedido em 25 de Junho de 2009.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios