FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2009
Comunidades: António Braga defende uma mobilização para o voto
2009-02-27

São Paulo, Brasil, 27 Fev (Lusa) - O secretário de Estado das Comunidades, António Braga, defendeu quinta-feira, em São Paulo, a mobilização dos portugueses no estrangeiro no processo de recenseamento eleitoral.

"Esse é um desafio que nos cabe e tenho que dar os parabéns à comunidade de São Paulo pelo significativo número de portugueses recenseados", disse o secretário, que está em visita oficial ao Brasil.

António Braga salientou que dos cinco milhões de portugueses no estrangeiro, cerca de dois milhões estão aptos a votar, mas apenas 190.000 fizeram o recenseamento.

"Em São Paulo, temos 32.500 portugueses recenseados, o que é de facto extraordinário e dá nota da capacidade de mobilização do movimento associativo", disse.

O secretário de Estado das Comunidades presidiu sexta-feira à assembleia do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo para aprovação das contas e do relatório de actividades da entidade, em 2008.

António Braga disse que uma campanha publicitária, com a participação de portugueses conhecidos que moram no estrangeiro, estimulará o recenseamento voluntário nas comunidades portuguesas.

O secretário de Estado das Comunidades afirmou que a rede mundial de 338 estruturas diplomáticas profissionais e honorárias de Portugal possibilitará o voto presencial nas eleições para o Parlamento Europeu, a 07 de Junho.

"Estamos em condições plenas de repetir, tal como nas últimas presidenciais, e estender as mesas de votação desde que haja condições de fiscalização", sublinhou.

António Braga disse ainda que 88 por cento das comunidades portuguesas no estrangeiro ficarão cobertas com o cartão cidadão até Junho deste ano.

"Pela primeira vez se olha para os portugueses do estrangeiro como para os de dentro do país", disse o secretário de Estado das Comunidades, ao salientar que o objectivo é transformar cada consulado numa Loja do Cidadão.

António Braga afirmou que o consulado de Paris, com 500 pessoas atendidas diariamente, num tempo médio de sete minutos de espera para cada acto consular, é um "modelo inspirador".

O secretário de Estado das Comunidades disse que a sua segunda visita a São Paulo, no período de dois meses, é um sinal de "apreço e uma homenagem ao movimento associativo e aos empreendedores".

No primeiro dia de visita a São Paulo, António Braga foi recebido, na sede do Banco Espírito Santo, por empresários da comunidade e pelo Conselho de Administração do Grupo BES.

"O objectivo foi conhecer o trabalho, as parcerias e os projectos na região de São Paulo, de forma a apoiar a estratégia de reforço da presença portuguesa", disse à agência Lusa.

"Temos vindo a fazer um esforço tremendo de aproximação pela via empresarial entre Portugal e o Brasil", salientou o secretário.

António Braga participa hoje, no segundo dia da visita, de uma reunião na sede da Energias do Brasil, subsidiária da EDP, e preside à sessão solene dos 30 anos do Arouca Clube.

No sábado, visitará o consulado honorário de Portugal em Santos, onde se reunirá com os conselheiros das comunidades eleitos e participará de um almoço com a comunidade portuguesa.

MAN/Lusa

Jornal de Notícias, aqui, acedido em 02 de Março

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios