FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2015
Luxemburgo é o país com menos emigrantes portugueses qualificados
2015-11-03
O Luxemburgo é o país com menos emigrantes portugueses qualificados. A esmagadora maioria dos portugueses a viver no Grão-Ducado não foi além do ensino básico (73% do total). Só 4% tinham um diploma de ensino superior em 2011, sendo apenas 23% os que frequentaram o ensino secundário.

Os dados são do último Relatório da Emigração, elaborado pela Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas. O estudo deita por terra o mito de uma nova emigração "altamente qualificada", apesar de a percentagem de emigrantes com ensino superior ter crescido em alguns países. 

Globalmente, entre os portugueses emigrados, "continuam a predominar os indivíduos com baixas e muito baixas qualificações", aponta o relatório. 

Entre 2001 e 2011, a percentagem de portugueses emigrados com formação superior nos países da OCDE passou de 6% para 11%. Um valor que quase duplicou, mas que não chega para alterar o perfil da maioria da emigração portuguesa, que continua a ter baixas qualificações. Na maioria dos países de destino da emigração portuguesa, a percentagem de emigrantes com ensino superior "não teve aumentos significativos", indica o estudo, ressalvando apenas os casos do Reino Unido, Noruega e Suécia. 

É no Reino Unido que a percentagem de emigrantes com diploma do ensino superior é maior, rondando em 2011 os 38%. 

 

Ler artigo completo no LuxemburgWort, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios