FR

Link para inquéritoO regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses

Início / Recursos / Recortes de imprensa 2015
Seis em cada dez emigrantes têm entre 20 e 39 anos
2015-10-30
O perfil do emigrante português dos últimos três anos mostra que ele é relativamente jovem e em idade de trabalhar. Entre 2011 e 2014 saíram do país 114 mil emigrantes permanentes entre os 20 e os 39 anos, 57% do total.

Os dados foram publicados esta sexta-feira, 30 de Outubro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Segundo os mesmos, os emigrantes portugueses que saíram do país com o objectivo de ficarem fora pelo menos um ano fixou-se em 49,5 mil, dos quais 65% são homens e 35% são mulheres. Dois terços tiveram como destino países da União Europeia e 93% eram pessoas em idade activa.

 

Dizer que a esmagadora maioria estava em idade activa não é muito esclarecedor, uma vez que esse intervalo vai dos 15 aos 64 anos. Contudo, se olharmos com mais atenção para os intervalos de idade dos emigrantes, verificamos que grande parte pertence a escalões jovens, mas já tipicamente em idade de trabalhar e também de ter filhos.

 

Desses 49,5 mil emigrantes permanentes, 27,7 mil tinha entre 20 e 39 anos e mais de um terço tinha entre 20 e 29 anos. Alargando a análise a quatro anos (2011-2014), dos 200 mil emigrantes permanentes, 114 mil estavam entre os 19 e os 39 anos.

 

Ler artigo completo no Jornal de Negócios, aqui.

 

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios