FR

Link para inquéritoO regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses

Início / Recursos / Recortes de imprensa 2015
Três deputados para PSD/CDS na emigração, um para o PS
2015-10-14
Mantém-se a distribuição de 2011 nos quatro mandatos dos dois círculos da emigração. A novidade é a votação arrasadora do Nós, Cidadãos! na China, que obteve 81,4% dos votos daquele consulado - e que admite impugnar a eleição. A abstenção atingiu novo recorde: 88,5%.

Estão apurados os quatro mandatos que faltavam dos círculos da emigração - e fica tudo na mesma. Na Europa, a coligação Portugal à Frente (PaF), com 39,1%, e o PS, com 29,88%, elegeram um deputado cada um. No círculo do resto do mundo, PSD/CDS voltaram a conseguir os dois mandatos (48,5%), mas com o partido Nós, Cidadãos! muito perto - terá ficado a menos de 400 votos de roubar um deputado à coligação.

O Nós, Cidadãos! revelou-se a surpresa das eleições no estrangeiro, pulverizando os restantes partidos no consulado da China, e conseguindo mesmo, no círculo Fora da Europa (17,9%) ultrapassar o PS (10,8%). O partido, liderado por Mendo Castro Henriques e que teve como cabeça de lista no círculo fora da Europa o emigrante português em Macau José Pereira Coutinho, conseguiu na China 2532 votos, contra os 214 da coligação PSD/CDS e 97 do PS.

Na China, Macau e Hong Kong, o partido liderado por Mendo Castro Henriques, mas que tem como cabeça de lista no círculo fora da Europa o emigrante português em Macau José Pereira Coutinho, conseguiu 2532 votos, contra os 214 da coligação PSD/CDS, 97 do PS, 30 do BE, 27 da CDU e 17 do Livre/Tempo de Avançar.

Acabou por ultrapassar o PS e ficar a 400 votos de conseguir roubar um deputado à coligação no total do círculo Fora da Europa, contou ao PÚBLICO Mendo Castro Henriques, presidente do partido.

Na Europa, a PaF reelegeu Carlos Gonçalves, e PS Paulo Pisco; no círculo Fora da Europa, a coligação conseguiu os mandatos para José Cesário e Carlos Páscoa Gonçalves - nas eleições de 2011, José Cesário acabou ser nomeado secretário de Estado das Comunidades e Maria João Ávila entrou no Parlamento.

 

Ler artigo completo no Público, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios