FR

Link para inquéritoO regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses

Início / Recursos / Recortes de imprensa 2015
Votos dos emigrantes em risco de ficar presos nos correios
2015-09-23
Os votos dos emigrantes portugueses correm o risco de ficar presos nos correios de vários países e de não chegar a Portugal até ao dia 14, data-limite para que possam ser contabilizados nas eleições.

O Governo diz que o problema está fora do seu controlo e nem sequer é uma situação nova.

"Há atrasos em variadíssimos países. Por exemplo, na Venezuela, tradicionalmente os boletins de votos nem conseguem chegar. Nos países de África, também há atrasos significativos. Ainda não chegaram, na maioria destes países", reconhece José Cesário, secretário de Estado das Comunidades, em declarações à Agência Lusa. Os portugueses recenseados fora do país apenas poderão votar nas eleições legislativas através dos boletins que chegam pelo correio.

 

Ler artico completo no Jornal de Notícias, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios