FR

Link para inquéritoO regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses

Início / Recursos / Recortes de imprensa 2015
BES: PCP distingue emigrantes dos "outros lesados"
2015-08-27
Em entrevista à TVI, Jerónimo de Sousa defende que os emigrantes sejam ressarcidos, mas para os lesados do papel comercial defende uma "solução concreta"

Jerónimo de Sousa em entrevista na TVI distinguiu os lesados do BES. Para o líder do PCP, existe uma diferença entre os lesados que adquiriram produtos das empresas do grupo e os emigrantes que tinham produtos do próprio banco. Para o líder comunista, os emigrantes devem ser ressarcidos, já os lesados do papel deve ser encontrada uma "solução concreta".

"O PCP foi clarificando a sua posição em conformidade com o desenvolvimento do inquérito feito ao BES, por iniciativa nossa. Esta questão dos lesados é importante aqui uma aclaração: em relação aos lesados do papel comercial adquiriram produtos das empresas do grupo, não do banco, enquanto que os emigrantes tinham produtos do próprio banco. É uma diferença significativa e nesse sentido, nós consideramos que em relação às poupanças dos emigrantes, tendo em conta que o banco é que lidava com as suas poupanças, devem ser ressarcidos dos seus prejuízos", defendeu na iniciativa da TVI, "Tenho uma pergunta para si"

 

Ler artigo completo na TVi24, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios