FR

Link para inquéritoO regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses

Início / Recursos / Recortes de imprensa 2015
Emigrantes lesados pedem a Stock da Cunha e Carlos Costa uma nova proposta
2015-08-14
Os emigrantes enviaram uma carta ao governador do Banco de Portugal e ao presidente do Novo Banco afirmando que a proposta apresentada não será aceite.

O Movimento dos Emigrantes Lesados (MEL) do BES enviou uma carta ao Novo Banco e ao Banco de Portugal afirmando que a proposta da instituição para ressarcir os clientes "é imperceptível, indeterminada, pouco sólida" e geradora de "perdas de direitos".

A carta, a que a agência Lusa teve acesso, foi enviada quinta-feira e pede a Stock da Cunha, líder do Novo Banco, e a Carlos Costa, governador do Banco de Portugal  (BdP), "uma negociação à mesa redonda, com representantes de todos os intervenientes e em curto espaço de tempo", propondo uma resposta "num espaço de cinco dias" para que esclareçam se as propostas colocam ou não os "direitos anteriores adquiridos pelos emigrantes lesados".

O MEL observa que os emigrantes lesados "apenas subscrevem propostas que não coloquem em causa todos os direitos anteriores - particularmente os direitos à justa indemnização por venda de produtos associados a informação técnica deficiente".

Os emigrantes ameaçam que se houver falta de resposta tanto do presidente do Novo Banco como do governador do Banco de Portugal, o movimento informará "os seus membros de que não deverão aceitar as referidas propostas".

 

Ler artigo completo no Público, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios