FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa 2015
Sete mil emigrantes portugueses adquiriram nacionalidade luxemburguesa
2015-08-09
Sete mil portugueses adquiriram a nacionalidade luxemburguesa desde 2009, ano em que a lei que permite a dupla cidadania entrou em vigor.

Os portugueses representam, assim, mais de um quarto do total de naturalizações, segundo o gabinete de estatísticas do Luxemburgo.

Entre 2009 e 2014, o período analisado no boletim de agosto do gabinete de estatísticas do Luxemburgo, os portugueses foram os que mais requereram a nacionalidade luxemburguesa (27.2% do total), à frente de belgas (21,2%), franceses (11,2%), italianos (10,1%) e alemães (5,7%).

Dos 7026 portugueses que se naturalizaram nos últimos seis anos, a maioria (4057) nasceu no Luxemburgo, um país que não concede a nacionalidade aos nascidos no território (o chamado direito do solo).

Apesar de estarem "à frente do pelotão na aquisição da nacionalidade", os portugueses têm uma taxa de naturalização em relação ao número total de imigrantes no país de apenas 11,8%, "ligeiramente inferior à média entre os estrangeiros", que é de 12,3%, ficando atrás de italianos (18.7%), belgas (14,8%) e alemães (14,4%).

 

Ler artigo completo no Jornal de Noticias, aqui

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios
ceg Logo IS logo_SOCIUS Logo_MNE Logo_Comunidades