FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa 2015
Sindicatos criticam redução de professores de português no estrangeiro
2015-08-07
Os sindicatos dos professores de português no estrangeiro (EPE) reconheceram hoje que o número de docentes manteve-se estável para o ano letivo de 2015-2016, em relação ao anterior, mas criticaram a diminuição progressiva nos últimos anos.

Em declarações à agência Lusa, a secretária-geral do Sindicato dos Professores das Comunidades Lusíadas (SPCL), Teresa Duarte Soares, reconheceu que não se registam reduções significativas no número de professores do EPE no próximo ano letivo, "talvez por se estar em plena campanha eleitoral e também porque a rede do EPE já se encontra reduzida a cerca de 50% da sua dimensão em relação a 2010".

A rede de Ensino de Português no Estrangeiro (EPE) terá uma diminuição de três horários/professores, passando de 317 (2014-2015) para 314 (2015-2016), mas abrangerá mais alunos e passará de 43.003 para 44.196 estudantes, podendo aumentar ainda até o início do ano letivo, divulgou hoje o instituto Camões.

 

Ler artigo completo em Notícias ao Minuto, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios