FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2009
Alemanha: Menos 630 emigrantes portugueses em finais de 2008 - Instituto de Estatística
2009-03-23
Berlim, 23 Mar (Lusa) - No final de 2008 viviam na Alemanha 114.451 portugueses, menos 630 do que em igual período do ano anterior, revelou hoje o Instituto Federal de Estatística (Destatis).

A comunidade lusa perfaz agora 1,7 por cento do total de 6,73 milhões de estrangeiros residentes no maior país da União Europeia, um quarto dos quais são oriundos da Turquia.

No universo português, os homens continuam em maioria, com um total de 62.291, e as mulheres são 52.160 (45,6 por cento do total).

Em relação a Dezembro de 2007, em que as estatísticas germânicas referiram a existência de 114.552 portugueses, há agora menos 630, embora o movimento das entradas no ano passado (4214) tenha sido ligeiramente superior ao das saídas (3685).

A discrepância foi explicada à Lusa por um dos autores do relatório com o facto de na base do levantamento terem estado duas fontes, o registo central alemão o registo de estrangeiros, cujos dados nem sempre são coincidentes.

A média de idades dos portugueses é de 39,4 anos, a sua estadia média na Alemanha de 21,2 anos, ligeiramente superior à média do conjunto das comunidades emigrantes, que é de 18,2 anos.

Entre os portugueses, 45,6 por cento são solteiros, 44,1 por cento são casados e 23.226 (20,3 por cento) já nasceram no país de acolhimento.

Agência Lusa, aqui, acedido em 24 de Março de 2009

 

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios