FR

Link para inquéritoO regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses

Início / Recursos / Recortes de imprensa 2015
Embaixador de Luanda em Lisboa confirma regresso de trabalhadores portugueses
2015-08-01
"Como resultado de alguma dificuldade momentânea de alguns pagamentos, há trabalhadores portugueses que estão a regressar a Portugal", salientou José Marcos Barrica.

O embaixador de Angola em Portugal, confirmou hoje à Lusa que trabalhadores emigrantes portugueses estão a deixar o território angolano, na sequência da crise provocada pela queda nas receitas do petróleo, mas sem avançar números concretos.

"Como resultado de alguma dificuldade momentânea de alguns pagamentos, há trabalhadores portugueses que estão a regressar a Portugal, alegando isto mesmo", disse José Marcos Barrica à margem de um encontro com a comunidade angolana na capital portuguesa, que hoje decorreu no Instituto Superior de Gestão de Lisboa.

Na sexta-feira, o Sindicato da Construção afirmou estarem a regressar por mês de Angola para Portugal 500 trabalhadores emigrantes do setor, tendo na mesma altura antecipando um agravamento da situação dados os salários em atraso em "mais de 200" empresas portuguesas que ali operam.

"Só de trabalhadores ligados à construção estão, desde há cerca de três meses, a regressar de Angola 500 por mês e isto vai aumentar muito mais se não forem tomadas medidas", afirmou, na sexta-feira, o presidente do sindicato, Albano Ribeiro, em declarações à Lusa.

 

Ler artigo completo no Diário de Notícias, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios