FR

Link para inquéritoO regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses

Início / Recursos / Recortes de imprensa 2015
Remessas de emigrantes no valor mais alto em 13 anos
2015-06-11
2.522 milhões de euros. Foi este o valor que os emigrantes portugueses enviaram para Portugal no ano passado, o montante mais alto desde 2001. Os números divulgados pelo Público mostram que a tendência de crescimento se mantém este ano.

Numa semana em que o tema da emigração gerou polémica, com o primeiro-ministro a garantir que nunca convidou os jovens a emigrar e os jornais a recordarem as frases de Passos Coelho nesse sentido, o Público revela que as remessas dos portugueses que residem no estrangeiro estão em máximos de 13 anos.

 

No ano passado, o saldo líquido entre o dinheiro enviado e os fundos retirados de Portugal atingiu os 2.522 milhões de euros, o valor mais elevado desde 2001, adianta o jornal com base nos dados publicados pelo Banco de Portugal.

 

A tendência de crescimento mantém-se este ano, uma vez que nos primeiros três meses as remessas líquidas de emigrantes atingiram 664 milhões de euros, um aumento de 13,8% relativamente ao mesmo período de 2014.

 

A maior fatia de remessas é enviada pelos portugueses residentes em França e na Suíça. No ano passado, estes emigrantes mandaram para Portugal 882 e 813 milhões, respectivamente.

 

Ver JN, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios