FR

Link para inquéritoO regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses

Início / Recursos / Recortes de imprensa 2015
Emigração atinge novo recorde em 2014
2015-06-05
Observatório da Emigração assinala que, em 2013, saíram de Portugal mais de 110 mil pessoas e que, em 2014, o número de emigrantes foi ainda maior. Poiares Maduro, desvaloriza este fenómeno, frisando que o “aumento da emigração "é uma tendência desde a Segunda Guerra". Deputado bloquista José Soeiro acusa o Governo de incentivar as pessoas a saírem do país.

Durante a audição na comissão para a Ética, a Cidadania e a Comunicação, o ministro adjunto e do Desenvolvimento Regional, afirmou que o aumento da emigração, que coincidiu com a crise económica, não é mais do que "o prolongamento de uma tendência passada".

"O aumento da imigração entre 2008 e 2013 é o prolongamento de uma tendência passada. [...] Entre 2008 e 2013, o valor médio (de emigrantes) aumentou em 13 mil indivíduos", sublinhou o ministro, acrescentando que "é uma constante desde a Segunda Guerra Mundial, embora com intensidade variável".

Já o coordenador do Observatório da Emigração, Rui Pena Pires, não concorda com esta avaliação, alertando para o ritmo crescente do movimento de emigração, que não mostra quaisquer sinais de abrandamento. "Os dados de 2014 (que serão revelados brevemente) vão ultrapassar os 110 mil emigrantes em 2013", vincou.

O sociólogo referiu-se à taxa de crescimento dos períodos entre 2004 e 2007 e 2010 e 2013 para provar que não se pode desvalorizar a saída de portugueses. "Entre 2004 e 2007, a taxa de crescimento da emigração foi de 9%, quando a taxa de crescimento entre 2010 e 2013 foi de 16%", avançou.

Segundo Rui Pena Pires, as declarações do ministro "não dão conta do que é a tendência inegável de crescimento da emigração".

Durante audição na comissão para a Ética, a Cidadania e a Comunicação, o deputado bloquista José Soeiro acusou o Governo de ter incentivado as pessoas a saírem do país.

 

Ver Esquerda.net, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios