FR

Link para inquéritoO regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses

Início / Recursos / Recortes de imprensa 2015
Emigração Portuguesa para França através do olhar de Gérald Bloncourt
2015-04-20
Programa de Abril na Cada da Achada, Centro Mário Dionísio.

 

 

25 de ABRIL - FORA E DENTRO


O OLHAR COMPROMETIDO DE GÉRALD BLONCOURT
Sábado, 25 de Abril, 18h30

Neste 25 de Abril, ao fim da tarde, encontramo-nos na Casa da Achada para ver, ouvir e conviver.

Às 18h30 inauguramos a exposição «O olhar comprometido de Gérald Bloncourt», com apresença do autorGérald Bloncourt, fotógrafo que esteve em Portugal nos dias seguintes ao 25 de Abril, mas que por cá passou antes para fotografar as pessoas e o que muita gente não queria ver nos bairros de lata durante o fascismo, que fotografou os emigrantes portugueses em França, também estes invisíveis para uma grande parte da população local. São estas algumas fotografias que vamos mostrar, em conjunto com as imagens de esperança e de resistência que explodiu nos dias seguintes ao 25 de Abril, em particular no 1º de Maio de 1974, e que, em França, se mostrou no Maio de 68. Gérald Bloncourt também nos vai mostrar, em dois vídeos - Revolução dos cravos e Maio de 68 -, muitas outras das suas fotografias.

Coro da Achada canta canções de «olhos abertos para amanhã». Há piquenique e convíviono jardim. Toda a gente terá de trazer o seu farnel para haver comida para todos.

Nos dias seguintes, 26 e 27, aproveitando a presença de Gérald Bloncourt, vamos falar sobre várias questões que as suas fotografias levantam.


IR ALÉM VOLTAR ATRÁS
Domingo, 26 de Abril, 15h

Vamos conversar com Gérald Bloncourt e Conceição Tina Melhorado - retratada, anos anos 60, por Bloncourt num bidonville em França - sobre as questões da imigração. Vão-se juntar João Machado, autor da Crónica de uma luta de emigrantes portugueses em França: 2001-2011, e José Machado para falarmos, em maior pormenor, sobre os desertores e refractários durante o Estado Novo. Vamos projectar dois vídeos de fotografias de Bloncourt, Imigração portuguesa e Meio século de memória operária, e o documentário Os cantos do desertor de José Vieira.


FOTOGRAFIA E MEMÓRIA
Segunda-feira, 27 de Abril, 18h

Nesta sessão, co-organizada pelo grupo do seminário Memória e Devir do Instituto de História Contemporânea da FCSH-UNL, vamos conversar, com Gérald Bloncourt e outros, sobre fotografia e memória.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios