FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa 2009
Remessas de emigrantes para Portugal caem 8%
2009-06-23
As remessas de dinheiro emigrantes portugueses no estrangeiro ascenderam 676 milhões de euros nos primeiros quatro meses do ano, o que significa uma redução de 8% face aos mesmos quatro meses de 2008. Este é mais um impacto da crise que está a ditar uma redução do dinheiro que entra na economia portuguesa vindo do estrangeiro.

Rui  Peres Jorge

rpjorge@negocios.pt

As remessas de dinheiro emigrantes portugueses no estrangeiro ascenderam 676 milhões de euros nos primeiros quatro meses do ano, o que significa uma redução de 8% face aos mesmos quatro meses de 2008. Este é mais um impacto da crise que está a ditar uma redução do dinheiro que entra na economia portuguesa vindo do estrangeiro.

Segundo os dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal as remessas de imigrantes residentes em Portugal para o estrangeiro diminuíram. Até Abril os imigrantes enviaram 161 milhões de euros para o estrangeiro, o que representa uma redução de 3% face ao período homólogo.

Contas feitas aos números de remessas enviadas e recebidas segundos os dados do boletim estatístico revelam que o saldo continua claramente favorável a Portugal, embora perdendo expressão: o saldo de 515 milhões de euros registado até Abril representa um recuo de 9,7% em termos homólogos.

Jornal de Negócios, aqui, acedido em 25 de Junho de 2009.

 

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios