FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2014
Vison-Box. A tecnologia que está a ajudar os emigrantes portugueses
2014-10-25

Desde que o consulado português em Los Angeles fechou, este ano, toda a Califórnia é agora servida a partir de São Francisco. Segundo o Observatório da Imigração, os Estados Unidos foram o segundo maior destino de portugueses entre 2001 e 2011, com 166 mil registos, a seguir à França, com mais de 580 mil. Em ambos os países não há consulados suficientes para servir as necessidades dos imigrantes.

Solução: consulados itinerantes. O consulado de São Francisco encomendou recentemente à portuguesa Vision-Box 25 malas vb e-pass portable, que permitem a deslocação a localidades com imigrantes para recolha de dados biométricos e biográficos (face, íris e impressões digitais). Tudo em 60 segundos. A empresa é a responsável pela instalação dos controlos eletrónicos no Aeroporto de Lisboa e em mais 50 aeroportos internacionais e do registo dos dados biométricos do passaporte eletrónico e cartão do cidadão.

"O Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal é uma das várias entidades governamentais mundiais que suportam a emissão de documentos de identificação (cartão do cidadão, passaporte e vistos de residência), através de soluções de gestão de identidade da Vision-Box", diz ao Dinheiro Vivo a empresa, que também esteve na eID. "Mais de 60 países em que Portugal tem presença consular utilizam as nossas soluções de registo biométrico nas missões consulares junto das comunidades portuguesas."

 

Ver Dinheirovivo, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios