FR

Link para inquéritoO regresso como emigração: o caso dos jovens adultos portugueses

Início / Recursos / Recortes de imprensa 2014
França leva a cabo campanha de segurança rodoviária para os emigrantes portugueses
2014-07-03
A campanha de segurança rodoviária "Secur'été" dirigida aos portugueses residentes em França que vão de férias para Portugal, arranca sexta-feira no Consulado-Geral de Portugal, em Paris, disse à Lusa a presidente da associação promotora da iniciativa.

Segundo Anna Martins, presidente da associação Cap Magellan, a campanha já vai no 12° ano e continua a «salvar vidas».

A campanha dirige-se aos portugueses residentes em França que vão de férias para Portugal de carro, estando presente nas estradas para «alertar contra a fadiga e o excesso de velocidade» e nas discotecas para «sensibilizar os jovens contra o álcool em saídas nocturnas», explicou.

Os voluntários da "Secur'été" vão começar por esperar pelos automobilistas portugueses, em Bordéus, no sul de França, entre 26 e 27 de julho e depois em Vilar Formoso, entre 02 e 03 de agosto, "com a GNR e, provavelmente, com o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário", acrescentou a dirigente associativa.

Por outro lado, a campanha marcará presença nas discotecas portuguesas, com testes de alcoolemia, pulseiras e sacos com presentes, à imagem do que se vai passar na próxima sexta-feira, na discoteca La Costa, em Villeneuve-Saint-Georges, na periferia de Paris.

«O condutor tem uma pulseira e compromete-se a passar um teste de alcoolemia (ao final da noite). Se o teste for negativo, leva um saco com presentes. Este tipo de ações é feito no mês de agosto em discotecas de várias cidades, sobretudo no norte - porque os luso-descendentes de Paris são mais oriundos do norte - mas também em algumas cidades do sul», acrescentou Anna Martins.

A estudante de Direito salientou ainda que perante um grupo de jovens que bebeu muito, em que o condutor insiste em conduzir, se for possível convencê-lo a dar as chaves a um amigo já é «uma forma de salvar uma vida» porque, frisou, «poderia pôr em perigo a vida dele, as dos outros que estão no carro e a de outros condutores».

A campanha conta com mais de 150 voluntários que estarão numa dezena de cidades portuguesas, de acordo com a presidente da Cap Magellan - a principal associação de jovens luso-descendentes de França, criada em 1991 por um dos atuais vereadores de Paris, Hermano Sanches Ruivo.

Pelo terceiro ano consecutivo, o evento tem como "padrinho" o apresentador de televisão José Carlos Malato, de quem Anna Martins destaca a generosidade.

"Ele é muito generoso, dedicado e faz muito pela comunidade franco-portuguesa. Estando também presente na noite de gala de outubro (da Cap Magellan), na Câmara Municipal de Paris", justificou Anna Martins.

 

Ver Diário Digital com Lusa, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios