FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2014
Emigração para o Reino Unido continua a crescer
2014-05-22
Entre abril de 2013 e março passado 27 260 portugueses inscreveram-se na Segurança Social britânica, um aumento de 11% face ao mesmo período do ano anterior (24 550).

De acordo com as estatísticas oficiais de inscrições na Segurança Social relativos ao primeiro trimestre de 2014, publicadas hoje, Portugal subiu para o sexto lugar na tabela dos países com maior número de inscrições, obrigatória para pessoas que queiram trabalhar no país, atrás da Polónia, Roménia, Espanha, Itália e Índia.

Este dado confirma o acentuar da chegada de emigrantes portugueses ao Reino Unido nos últimos anos, que disparou de uma média anual de 12 mil entre 2004 e 2010 para para 30120 em 2013.

A subida mais significativa de inscrições de estrangeiros na segurança social britânica no primeiro trimestre deste ano pertenceu à Roménia e Bulgária, cujos cidadãos ganharam em janeiro direito a circular livremente e a trabalhar no Reino Unido enquanto cidadãos da União Europeia.

No período referido, inscreveram-se 46 890 búlgaros, uma subida de 163%, e 17 750 romenos, mais 71% do que no período homólogo de 2012/13, o que as autoridades atribuem ao facto de muitas das inscrições serem de emigrantes que já se encontravam no país.

Segundo as estimativas, residem no Reino Unido cerca de 350 000 portugueses.

 

Ver DN Portugal, aqui.

 

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios