FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2013
Remessas de emigrantes para Portugal subiram 10,8% para 212 milhões em setembro
2013-11-21
As remessas de trabalhadores portugueses no estrangeiro subiram 10,8% em setembro, acelerando para os 212 milhões de euros, ao passo que o envio de dinheiro por estrangeiros em Portugal subiu 5,4%, para 46,3 milhões de euros.

De acordo com o boletim estatístico do Banco de Portugal, divulgado hoje, os emigrantes nacionais tinham enviado para Portugal, de janeiro a setembro, 2,19 mil milhões de euros, ao passo que os imigrantes em território nacional tinham enviado para os seus países de origem um total de 410 milhões de euros.

Em setembro, a França liderou a lista dos países emissores de divisa por parte dos trabalhadores, com 57,6 milhões de euros, o que representa uma subida de 4,2% face a setembro do ano passado, superando a Suíça, país de onde os emigrantes portugueses enviaram 50,3 milhões, subindo 11,8% face ao mês homólogo de 2012.

Olhando em sentido inverso, constata-se que os imigrantes brasileiros são, de longe, os que mais dinheiro enviam para o seu país: os dados mostram que os brasileiros enviaram 23,4 milhões de euros em setembro, representando uma subida de 29,8% face a setembro do ano passado.

Nos primeiros nove meses deste ano, aliás, o montante de dinheiro enviado para o Brasil (176 milhões) pelos seus trabalhadores supera a soma dos envios de todos os outros imigrantes em território nacional.

RTP, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios