FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa 2013
Português ilegal condenado a 18 meses de prisão
2013-11-16
O português detido por tentar entrar ilegalmente no Canadá foi hoje condenado a 18 meses de prisão, findos os quais será deportado para Portugal, disse à agência Lusa fonte do Tribunal Provincial de St. Johns.

por Lusa, publicado por Ana Meirele

José Paulo Arruda Fernandes, de 52 anos, foi detido pelo serviço de estrangeiros e fronteiras canadiano quando chegou a St. Johns e tentou desembarcar de um navio de cruzeiro, no dia 8 de Setembro de 2012, "tendo o seu passaporte canadiano falsificado sido identificado".

O português disse que pagou a um homem que identificou "como agente da imigração do Canadá", "25 mil dólares (cerca de 18.500 euros) pelo passaporte falso".

José Fernandes emigrou pela primeira vez para o Canadá em 1970, mas foi deportado em 1996 após ter sido condenado por crimes de assalto e perturbação. Desde então, efetuou seis tentativas de reentrar no país para estar com a sua mãe, esposa, filhos e netos, que também vivem no Canadá.

Da última vez, em Abril do ano passado, foi condenado a um ano de prisão. No final da pena foi deportado para Portugal. Seis meses depois, em setembro, tentou entrar novamente e foi nesse momento que se deu a última detenção.

Dado o tempo que o português já passou detido, restam-lhe 14 meses para que a sentença fique cumprida para depois ser deportado do Canadá pela sexta vez.

 

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 322

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte-iul.pt

Parceiros Apoios
ceg Logo IS logo_SOCIUS Logo_MNE Logo_Comunidades