FR
Início / Publicações / OEm Country Reports / Espanha
Espanha
Filipa Pinho* & Rui Pena Pires*
Espanha foi, entre 2004 e 2008, o país para onde emigraram mais portugueses. Em termos acumulados era, em 2008, o sexto país com mais portugueses emigrados. A crise financeira mundial de 2008 e a crise espanhola do imobiliário que lhe esteve associada tiveram um grande impacto neste fluxo, nomeadamente devido ao rápido e intenso crescimento do desemprego. A emigração para Espanha desceu abruptamente desde 2008 e, com re-emigrações e retornos, diminuiu mesmo o número de portugueses residentes naquele país. +

 

Série  OEm Country Reports
Número  1
Data  Outubro de 2013
Páginas  22
ISSN  2183-8291
DOI  10.15847/CIESOEMCR012013
URI  http://hdl.handle.net/10071/11342
Palavras-chave  Emigração portuguesa, Espanha
Índice  Introdução. Fluxos. Estoques. Distribuição geográfica. Características sociodemográficas. Remessas. Naturalizações. Bibliografia
Como citar  Pinho, Filipa e, Rui Pena Pires (2013), “Espanha”, OEm Country Reports, 1, Lisboa, Observatório da Emigração, CIES-IUL, ISCTE-IUL. DOI: 10.15847/CIESOEMCR012013

 

Figura 1   Entrada de portugueses em Espanha, 1999-2012

Fonte  INE Espanha, séries anuais da Estadística de Variaciones Rresidenciales, Altas por variación residencial con procedencia del extranjero por país de nacionalidad (base acedida em 04/09/2013).

 

* Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL), Lisboa, Portugal

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios