FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2013
José Cesário quer emigrantes a participarem na vida francesa
2013-04-05
Governo vai apoiar com folhetos e anúncios

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, anunciou ontem em Paris que o governo vai apoiar com folhetos e anúncios radiofónicos e televisivos uma campanha para incentivar os emigrantes a participarem na vida pública francesa.

O governante participou hoje na terceira reunião com os principais líderes da comunidade portuguesa em França, que querem melhorar a participação política dos portugueses que ali vivem.

"Ficou muito claro que nós, Ministério dos Negócios Estrangeiros, vamos dar uma orientação muito precisa aos nossos consulados para que também os nossos funcionários incentivem os portugueses a inscrever-se", acrescentou José Cesário após a reunião, em que participaram também representantes dos principais grupos bancários portugueses presentes em França.

A campanha visa sensibilizar os cidadãos portugueses que vivem em França para a importância da sua participação política, para que estejam aptos a votar, quer seja em Portugal, quer seja nas eleições autárquicas francesas.

Hermano Sanches Ruivo, eleito pela associação 'Activa' e principal impulsionador da primeira reunião, considerou tratar-se de "um objetivo também para Portugal e não apenas para os portugueses em França".

Esta campanha visa sensibilizar os cidadãos através da comunicação na rádio, televisão, imprensa e através de folhetos informativos, distribuídos em ações muito concretas, como por exemplo as festas dos Santos Populares da Rádio Alfa e de Pontault-Combault, que reúnem todos os anos milhares de portugueses.

Hermano relembra que "é a primeira vez que uma campanha é organizada com tanta estrutura diferente da comunidade portuguesa presente, privada e pública".

A próxima etapa é a finalização do folheto de informação, seguindo-se a quantificação do orçamento e perceber de que forma é que a campanha pode ser financiada pelo Estado português e pelas entidades privadas, assim como listar as ações e os locais onde estas podem ser divulgadas.

Estão contabilizados cerca de 492 mil portugueses de nacionalidade única, em França, dos quais 86 mil se encontram recenseados.

A curto prazo, o objetivo é ultrapassar a "barreira simbólica dos 100 mil inscritos antes das férias de verão", explicou Hermano Sanches Ruivo.

Diário de Notícias da Madeira, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios