FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2013
Português cria plataforma para ajudar portugueses recém-chegados a Londres
2013-03-04

Chama-se Tiago Mateus, é português e criou uma plataforma eletrónica a Sooqini.com para ajudar os emigrantes portugueses em Londres. A plataforma permite encontrar pessoas que façam pequenos serviços na capital britânica, uma espécie de "mini-empregos".

Se estás a pensar estudar no Reino Unido, esta plataforma pode ser-te bastante útil para conseguires encontrar alguns trabalhos em part-time.

Tiago Mateus é o fundador e diretor comercial desta "start-up", e a ideia surgiu há cerca de um ano e meio, quando trabalhava "num outro negócio em que tinha sempre muita coisa para fazer e procurava meios para poupar tempo".

Frustrado com a falta de alternativas, avançou ele próprio com a solução: "uma plataforma de tarefas, onde a pessoa pode rapidamente contactar alguém para fazer algo que quiser ao seu preço".

De um lado estão "profissionais que normalmente pedem a outras pessoas para fazerem pesquisas, que não desejam fazer no Google, algum ‘data entry' [tarefas administrativas] de pouco valor", limpezas, entregas ou até montar móveis.

Oferecem um valor que estão dispostos a pagar, que é depois licitado como num leilão pelas pessoas interessadas, em geral estudantes ou profissionais com tempo disponível.

Tiago Mateus acredita que tem algumas vantagens sobre as agências de trabalho ou sites de Internet e pode ajudar emigrantes recém-chegados a Londres e com dificuldade em arranjar trabalho.

"É uma oportunidade para uma pessoa nova ou um cidadão londrino vender qualquer habilidade que tenha, seja condutor de automóvel, seja bom em limpeza ou bom cozinheiro", exemplifica.

"Hoje em dia há pessoas que estão a usar isto, a ganhar centenas de libras por semana, e há outras estão a poupar muito tempo, média duas a três horas por dia. O custo trabalho baixou em média 40-50% do preço de mercado", calcula Tiago Mateus.

Desde setembro de 2012, o Sooqini.com já conta com cerca de 10 mil utilizadores, desde pequenas e médias empresas, a estudantes ou profissionais liberais.

A empresa nasceu em 2011 no seio da Tech City, um centro de empresas tecnológicas no leste de Londres, e tem atualmente 11 trabalhadores. Lançada com "dezenas de milhar de libras de amigos e família" dos três fundadores, Mateus, Raj Singh e Nick Bransby, a empresa procura agora financiamento "na ordem dos seis dígitos" [centenas de milhar].

O objetivo é multiplicar por dez o número de utilizadores nos próximos seis a nove meses.

Emprego Universia Blogs, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios