FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2013
Suíça pondera limitar entrada de portugueses, espanhóis e italianos
2013-02-06
Cláusula de salvaguarda sobre a livre circulação de pessoas pode ser accionada já em Abril. País está preocupado com o "boom" de emigrantes oriundos do sul da Europa

Texto de Mariana Correia Pinto

A medida já é aplicada a oito países do leste da Europa e a Suíça pondera agora estendê-la aos do sul, incluindo Portugal, Espanha e Itália na lista de países com limitações de entrada no país.

A cláusula de salvaguarda sobre a livre circulação de pessoas está prevista no acordo assinado com a União Europeia, em 1999, e a decisão do Conselho Federal deverá ser tomada até Abril, avançou esta terça-feira o diário francês "Les Echos".

Para accionar a cláusula, o número de pedidos de autorização de residência tem de ser 10% acima da média dos últimos três anos, o que deverá acontecer já a 31 de Maio, devido às "chegadas maciças" de imigrantes oriundos dos três países em causa.

O conselheiro federal [ministro] Didier Burkhalter já confirmou que essa possibilidade está a ser ponderada: "A questão de impor a cláusula a todos os Estados membros da UE está em discussão", disse à televisão suíça RTS.

Prazo de um ano

A acontecer, a medida deverá ter um prazo de apenas um ano, acrescentou Didier Burkhalter. Quando a medida foi aplicada pela primeira vez, em Abril de 2012, Bruxelas nao poupou o Conselho Federal de críticas, o que poderá levar a Suíça a ponderar a decisão desta vez.

Desde Abril de 2012 que a Suíça concede apenas 2000 vistos de trabalho por ano a cidadãos da Polónia, República Checa, Hungria, Estónia, Lituânia, Eslováquia e Eslovénia, um terço daquilo que permitia anteriormente.

Os media suíços falam de uma "explosão" de emigrantes - entre Janeiro e Agosto de 2012 havia mais de 12300 portugueses a viver no país, um número semelhante ao registado em 2011 - e o jornal "Les Echos" escreve que "a Suíça já não quer mais acolher a miséria da Europa".

Público, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios