FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2013
Suíça pondera limitar entrada de portugueses, espanhóis e italianos no país
2013-02-05
A Suíça está a ponderar limitar a entrada a portugueses, espanhóis e italianos no seu território, numa altura em que está a sentir um “boom” de emigrantes do sul da Europa. O país está a ponderar accionar a cláusula de salvaguarda sobre a livre circulação de pessoas.

Por Sara Antunes

O "Le Fígaro" adianta que a Suíça pode alargar as limitações já estabelecidas em Abril de 2012, altura em que os cidadãos provenientes de oito países europeus viram limitadas as autorizações de entrada - Estónia, Hungria, Letónia, Lituânia, Polónia, Eslováquia, Eslovénia e República Checa.

Uma das justificações para travar a entrada de estrangeiros provenientes de Portugal, Espanha e Itália é o crescimento expressivo que tem sido registado nos pedidos de autorização. E, segundo a imprensa estrangeira, para se accionar a cláusula de salvaguarda sobre a livre circulação de pessoas é preciso que o aumento dos pedidos de autorização de residência seja 10% acima da média dos últimos três anos. O que, segundo os jornais, deverá ser atingido em Maio, devido à "chegadas massivas" que se têm observado.

O "Le Fígaro" noticiou, no dia 2 de Janeiro, que se está a observar uma "explosão" de emigrantes do sul da Europa que procuram trabalho na Suíça, adiantando que entre Janeiro e Agosto de 2012 havia mais 12.300 portugueses na Suíça. Um número idêntico ao total registado em 2011.

Negócios online, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios