FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2012
Remessas de emigrantes portugueses no Brasil crescem 24%
2012-07-30
Comunidade lusa no Brasil enviou para Portugal mais de 4,3 milhões de euros entre janeiro e maio, com um aumento de 24% face a 2011, que fica acima da subida global de 17,7% das remessas de todos os emigrantes portugueses espalhados pelo mundo.

Lisboa - As remessas dos emigrantes portugueses no Brasil cresceram 24% nos primeiros cinco meses deste ano em comparação com igual período do ano passado, mostram os dados mais recentes do Banco de Portugal.

A comunidade lusa radicada no Brasil enviou de volta para Portugal um total de 4,32 milhões de euros entre janeiro e maio, valor que compara com os 3,49 milhões de euros expedidos nos primeiros cinco meses de 2011.

Maio foi, contudo, o segundo mês mais fraco de 2012 nas remessas dos emigrantes portugueses no Brasil, com um total de envios para Portugal de 740 mil euros, apenas acima dos 627 mil euros de remessas do mês de fevereiro.

O valor apurado em maio ficou 9% abaixo das remessas provenientes do Brasil no mês de abril, mas superou em 64% o registo de maio de 2011, que se tinha cifrado em apenas 451 mil euros, de acordo com o Banco de Portugal.

Até agora, o melhor mês de 2012 nas remessas do Brasil para Portugal foi janeiro, com quase 1,2 milhões de euros, que foi o valor mensal mais alto desde agosto de 2010 (altura em que os portugueses no Brasil enviaram para Portugal mais de 2,2 milhões de euros).

Globalmente, as remessas dos emigrantes portugueses espalhados pelo mundo atingiram no período de janeiro a maio os 1.049 milhões de euros, com um crescimento em termos homólogos de 17,7%.

França, com quase 344 milhões de euros, e Suíça, com cerca de 240 milhões, foram os países de onde Portugal recebeu até maio mais remessas dos seus emigrantes. A lista das remessas mais volumosas inclui ainda Alemanha, Estados Unidos da América, Espanha, Reino Unido, Luxemburgo, Canadá, Venezuela e Brasil.

Portugal Digital, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios