FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2012
Mais de 6 mil portugueses chegaram a Lyon desde 2010
2012-07-16

por Texto da Agência Lusa, publicado por Patrícia Viega

António Barroso, cônsul-geral de Portugal em Lyon, afirmou que, "nos últimos dois anos, chegaram a esta região muitos portugueses, provenientes sobretudo do norte de Portugal, à procura de trabalho. A maioria [tem entre] 25 e 45 anos". Foram, estima, entre 6 e 7 mil.

"Sabemos que a maioria dos nacionais chega a esta região através de informações obtidas junto de amigos ou familiares e não tem, regra geral, muitos problemas para trabalhar. São pessoas qualificadas (na maioria jovens), outras sem habilitações superiores mas com um elevado espírito de sacrifício para trabalharem e juntarem algum dinheiro. A maioria obtém trabalho na construção civil, restauração e limpezas", acrescentou.

A ajudar a isto está o facto de a região ter uma economia dinâmica e ofertas de emprego.

O Consulado não tem, por isso, registo de casos de portugueses "em situação extrema de abandono ou a passar fome". A grande maioria, diz, pode também "contar com o apoio de familiares, amigos ou até com a solidariedade de outros portugueses".

Ainda assim, destacou o responsável, "há portugueses que não se informam antes de partir de Portugal". Esta atitude, alertou, "dificulta a sua adaptação e integração no mercado de trabalho e na sociedade francesa".

O responsável estima que residam nesta região cerca de 174 mil portugueses, dos quais 33.500 no departamento do Rhône, a maioria em Lyon e arredores.

Diário de Notícias, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios