FR
Início / Recursos / Recortes de imprensa / 2012
Campanha para emigrantes na estrada, na discoteca e na televisão
2012-07-06
A 10.ª edição da campanha de segurança rodoviária “Sécur’éte” (Verão Seguro), dirigida aos emigrantes em França e aos jovens luso-descendentes, vai ter na estrada e em discotecas 150 voluntários e destaque na televisão pública portuguesa.

A iniciativa, organizada pela associação de jovens luso-descendentes em França Cap Magellan, tem como principal objectivo a redução do número de acidentes durante os longos trajectos que os portugueses efectuam de carro para passarem férias em Portugal, e também nos percursos depois das saídas nocturnas. 

Luciana Gouveia, responsável pela iniciativa, disse à agência Lusa que, para chegar aos automobilistas, a campanha estará "nas estradas ao longo do caminho entre França e Portugal", e, para falar aos jovens, passará também por discotecas. 

Entre o final de Julho e o início de Agosto, os voluntários da Cap Magellan vão abordar os automobilistas nas estradas das fronteiras (sobretudo no Norte de Espanha e no Sul de França), e, durante o mês de Agosto, vão estar em várias discotecas portuguesas. 

"O suporte número um da campanha é o guia de verão, que no final tem conselhos de segurança rodoviária. Temos também panfletos, testes de alcoolemia e coletes reflectores. Mas o objectivo principal é falar com as pessoas e ir ao encontro delas, sensibilizá-las", explicou. 

A campanha "Sécur'éte - verão em Portugal" volta este ano a ser "apadrinhada" por uma figura pública. José Carlos Malato, apresentador da RTP 1, disse aos jornalistas que a iniciativa terá um lugar de destaque no horário da televisão portuguesa, no programa que apresenta. 

"Ao longo do verão vamos ter várias perguntas de prevenção rodoviária, também algumas perguntas sobre a Cap Magellan, no sentido de mostrar esta associação como representativa dos portugueses, e tentando sempre a universalização [da ideia], e depois falaremos da campanha numa emissão, especificamente", explicou. 

Luciana Gouveia fez ainda um balanço positivo destas 10 edições: "Acreditamos que salvamos vidas com a nossa acção", afirmou. 

A Cap Magellan tem cerca de cinco mil associados. É a maior associação de jovens luso-descendentes em França. 

Público, aqui.

Observatório da Emigração Centro de Investigação e Estudos de Sociologia
Instituto Universitário de Lisboa

Av. das Forças Armadas,
1649-026 Lisboa, Portugal

T. (+351) 210 464 018

F. (+351) 217 940 074

observatorioemigracao@iscte.pt

Parceiros Apoios